Reportagem do Perfil News recebeu dezenas de relatos de contas que duplicaram de valor de um mês para outro

É só se aproximar o verão para uma reclamação voltar à tona nas redes sociais e redações de veículos de imprensa: o aumento nas contas de energia elétrica.

Esse ano, entretanto, o verão nem chegou e outra concessionária está dando dor de cabeça aos consumidores. Enquanto no verão passado o aumento nas contas de energia elétrica levou a Elektro até a uma CPI na Câmara de Três Lagoas, dessa vez é a hora da Sanesul ser levada contra a parede devido a aumentos expressivos nas contas de água.

Após receber relatos de contas que dobraram e até triplicaram de valor, o jornalista Ricardo Ojeda, diretor do Perfil News, lançou um questionamento em suas redes sociais: quem mais estaria estranhando os valores cobrados pela Sanesul referentes a outubro?

O resultado foi determinante para a apuração dessa matéria: em pouco mais de uma hora, mais de setenta pessoas relataram “susto” quando a conta chegou.

O próprio jornalista Ricardo Ojeda foi um dos que se assustou quando a conta chegou: acostumado a pagar cerca de R$ 300, deparou-se com um boleto de R$ 700.

O autônomo Eduardo Sousa ficou surpreso quando a conta, que costuma ser de R$ 120, veio R$ 316 – mais do dobro da média.

Um designer gráfico que costuma pagar R$ 70 recebeu uma conta de R$ 180. Já um comerciante assustou-se com uma conta de mais de R$ 595, sendo que ele costuma pagar 1/10 desse valor, cerca de R$ 52. “Fui reclamar mas disseram que estava certo”, contou.

A esteticista Rozeli Costa também quase caiu para trás quando a conta desse mês chegou. Dos R$ 200 e poucos que ela estava acostumada a pagar, a conta saltou para mais de R$ 440. “Quase infartei”, conta.

Contas da esteticista Rozeli mostram o salto no valor da conta de água.
Leitores e consumidores compartilharam sua surpresa ao receber a conta do mês.

O outro lado

A reportagem do Perfil News tentou, de várias maneiras, contato com a Assessoria de Imprensa da concessionária mas não teve sucesso. Enviou as perguntas por WhatsApp, email e tentou ligar, mas até o fechamento desta matéria ainda não havia uma posição da empresa a respeito das reclamações nem qual o caminho para o consumidor pedir revisão das suas contas. O espaço continua aberto às considerações da concessionária.

Comentários