07/12/2014 10h46 – Atualizado em 07/12/2014 10h46

Ela era uma das seis pessoas que ocupavam um Fiat Uno que capotou, bateu contra uma carreta e foi parar no guard rail às margens da BR-267, em Bataguassu

Léo Lima com informações

Uma mulher ainda não identificada, que seria a mãe de uma criança que morreu, junto com outras três pessoas, num acidente ocorrido na madrugada deste domingo (07), na BR-267, em Bataguassu (MS), continua sendo procurada por equipes de resgate do Corpo de Bombeiros. As buscas concentram-se nas proximidades do fato, na barragem da Usina Sérgio Mota, em cujo lago a vítima foi lançada após a violenta colisão contra o guard rail às margens da rodovia.

Conforme consta informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e das unidades dos Bombeiros de Bataguassu e Presidente Epitácio (SP), o acidente ocorreu por volta das 2h40, quando um Fiat Uno de Bataguassu, com seis passageiros, sendo cinco adultos e uma criança, seguia sentido Presidente Epitácio para Bataguassu, quando no quilômetro 06 da BR-267, na barragem que forma o reservatório da Hidrelétrica Sergio Mota, no Rio Paraná, o condutor do carro tentou ultrapassar um caminhão, perdendo controle e capotou várias vezes, indo de encontro a uma carreta e só parou quando bateu com violência no guard rail da rodovia.

Confira mais fotos de Tiago Apolinário na galeria abaixo

No acidente, quatro dos seis ocupantes do veículo morreram e uma pessoa (que foi arremessada no rio) desapareceu nas águas do lago; um homem sobreviveu ao acidente e foi encaminhado para um hospital em Presidente Epitácio.

VÍTIMAS

Embora os trabalhos de rescaldo do acidente ainda continuam no local, as informações ainda não são oficiais, mas algumas vítimas foram identificadas.

A mulher que desapareceu nas águas do lago da Usina Sérgio Mota teria o primeiro nome de Raquel, mãe da menina de 5 anos Maria Luiza, que morreu; a outra ainda não se sabe a identidade. Oziel Máximo Rocha, de 30 anos, e Cláudio Lorenço Soares, 23, também faleceram.

Para a Santa Casa de Presidente Epitácio foi encaminhado Paulo Henrique Santos, de 24 anos, o único sobrevivente do acidente.

Os corpos só foram removidos do local do acidente após a chegada da Perícia Técnica que se deslocou de Nova Andradina na madrugada (Foto: Tiago Apolinário)

Na manhã deste domingo os destroços foram removidos do local e o trânsito fluiu normalmente. Equipes do Corpo de Bombeiros procuram o corpo de uma mulher que provavelmente foi arremessado para dentro do rio (Foto: Cipó)

Comentários