28/04/2014 09h45 – Atualizado em 28/04/2014 09h45

Contra J&F, STJ garante terceira fábrica de celulose de MS

Superior Tribunal de Justiça manteve decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo

Da Redação

Na última semana, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) publicou decisão que nega o pedido de medida cautelar contra a instalação da terceira fábrica de celulose em Mato Grosso do Sul.

A ministra Nancy Andrighi manteve a mesma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que também havia negado o pedido da J&F Participações em fevereiro deste ano.

A holding que controla o frigorífico JBS e a fábrica de celulose Eldorado Brasil alega que o ex-sócio Mário Celso Lopes e um dos acionistas da CRPE Holding teria assinado um termo de não concorrência por dez anos.

Acesse aqui a decisão na íntegra

Acontece que, até o momento, a instalação da fábrica em Ribas do Rio Pardo não foi oficialmente anunciada. Mário Celso Lopes entende que, quando isso ocorrer, não será ele, um concorrente direto. “Não sou um executivo do projeto, apenas um investidor”, teria dito anteriormente.

A justiça entendeu, nas três instâncias onde a holding já foi derrotada, que não há “demonstração do perigo de dano irreparável ou de difícil reparação”.

NOVA FÁBRICA

A construção da terceira fábrica de celulose em Mato Grosso do Sul deve iniciar quando o fundo atingir R$ 1,2 bilhão, montante necessário para a primeira fase da obra.

O projeto já possui 60 mil hectares de terras na região de Ribas do Rio Pardo.

(*) Com informações de Painel Florestal

A construção da terceira fábrica de celulose em Mato Grosso do Sul deve iniciar quando o fundo atingir R$ 1,2 bilhão (Foto: Paulo Sérgio de Oliveira/Google Imagens)

Comentários