PF e PRF estão em 10 cidades para cumprir 18 mandados de busca e apreensão e 10 de prisão.

G1 – Contrabandistas de cigarros e servidores públicos que os apoiava, são alvos de duas operações deflagradas nesta quinta-feira (5) pela Polícia Federal (PF), com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em nove cidades de Mato Grosso do Sul e Umuarama, Paraná.

De acordo com a PF, o objetivo da ação é cumprir 18 mandados de busca e apreensão e 10 de prisão. Os alvos estão em Naviraí, Juti, Eldorado, Mundo Novo, Japorã, Rio Brilhante, Nova Alvorada do Sul, Dourados, Campo Grande e Umuarama.

Ainda conforme a PF, os mandados são decorrentes de outras investigações e entre os alvos estão policiais rodoviários federais, os quais estariam sendo omissos com a função fiscalizadora em prol dos contrabandistas.

A investigação mostrou que os contrabandistas dividiam-se em gerentes, que eram aqueles que comandavam a distribuição dos cigarros, e os batedores e olheiros, que faziam os contatos com os ‘garantidores’. Estes últimos eram os policiais que, além de não fiscalizarem os veículos dos suspeitos, agiam para que colegas fora do esquema também não cumprissem com a função.

As operações levam os nomes de Managers (gerentes, em inglês) e Cem por Cento, em alusão às funções dos integrantes da quadrilha e à forma como estes se comunicavam quando os policiais do esquema estavam nos postos de fiscalização, sendo totalmente segura a passagem.

Comentários