29/04/2019 10h43

Governo do Estado confirmou os incentivos e anunciou a construção de uma linha de transmissão que sai da Usina de Porto Primavera até Campo Grande; empresários divulgaram números de expectativas de geração de empregos

Gisele Berto

Após reunião que chancelou a instalação de uma Usina Fotovoltaica no município de Anaurilândia, os empresários da KSB – Korean System Business e autoridades anaurilandenses estiveram na manhã de hoje, 29,na sede do Governo do Estado, em Campo Grande, para repassar detalhes e estabelecer prazos e condições para o início das obras.

Participaram da reunião que começou às 8h desta segunda-feira os secretários Eduardo Riedel, Governo e Gestão Estratégica (Segov), Jaime Verruck, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Pedro Chave, secretário especial de Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos do Governo de Mato Grosso do Sul no Distrito Federal, o Prefeito Edinho Takazono, o deputado federal, Beto Pereira, Elizeu Muchon, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio de Anaurilândia, vereadores do município.

Segundo Muchon, o Governo deu as garantias que os empresários pediram e o negócio foi oficialmente fechado.

O Secretário de Desenvolvimento do Estado, Jaime Verruck, explicou aos sul-coreanos as isenções oferecidas pelo Governo Estadual para esse tipo de implantação. Ficou acertado que assim que a empresa protocolar o projeto de instalação na Secretaria de Meio Ambiente as licenças serão analisadas e, segundo o governo, a autorização para o início das obras pode sair antes do previsto.

“Como trata-se de produção de energia limpa e renovável é mais fácil para sair as licenças”, explicou Muchon, em entrevista exclusiva ao Perfil News.

Para a instalação da usina o Estado ofereceu isenção do pagamento do ICMS para a compra de equipamentos. Segundo Muchon, já existe uma legislação referente a isso. “Equipamentos importados para a instalação desse tipo de usina não pagam ICMS”, afirmou.

Em princípio, o prazo para início das obras seria de oito meses, apesar da prefeitura de Anaurilândia ter chegado a trabalhar com o prazo de até dois anos. No entanto, tanto o Governador Reinaldo Azambuja quanto o Secretário Verruck calculam que em seis meses a KSB terá as licenças em mãos.

LINHA DE TRANSMISSÃO

Além disso, o Governo comunicou aos investidores que já abriu licitação para a construção de uma linha de transmissão de energia partindo da Usina de Porto Primavera, em Anaurilândia, que chegará à Capital. Com essa informação em mãos, os empresários e autoridades de Anaurilândia farão pequenas mudanças em relação à área de instalação da Usina, de modo que fique mais próxima à nova linha de transmissão.

“Essa era uma preocupação dos investidores, a respeito do lugar de entrega da energia. Com essa nova informação podemos ficar mais tranquilos em relação a isso também”, disse Muchon.

PARCERIA PÚBLICO PRIVADA

Ao contrário de outras instalações de empresas no Estado, que funcionam no esquema de “doação das áreas”, as tratativas para a instalação da Usina pela KSB serão no formato Parceria Público-Privada. Ou seja: a área é cedida em comodato para a construção, mas continua pertencendo ao município. A empresa terá a vantagem de utilizar a estrutura por 50 anos, que podem ser prorrogados depois, dependendo do acordo.

Segundo apresentação da KSB, os investimentos iniciais serão de US$ 1,5 bilhão, com ROI (retorno de investimento) previsto para 14 anos.

Neste período de 50 anos, a empresa obter receita total de R$ 3,86 bilhões – ou seja, um retorno de 257% do investimento inicial.

GERAÇÃO DE EMPREGOS

De acordo com os coreanos, a fase de instalação da usina gerará cerca de mil empregos para a cidade de Anaurilândia e região. Após a construção, outros mil empregos serão gerados para a operação da instalação.

Prefeito de Anaurilândia, Edinho Takazono (em pé, à direita) esteve com o Governador Reinaldo Azambuja (sentado à cabeceira da mesa), o secretário Jaime Verruck (ao lado direito do governador) e os empresários sul-coreanos, também sentados à mesa. Fotos: Chico Ribeiro

Em reunião disputada realizada hoje pela manhã na sede do Governo do Estado, o Governador e o Secretário de Desenvolvimento confirmaram as isenções à instalação da Usina em Anaurilândia.

Empresários estiveram em Anaurilândia ontem (28) visitando novamente a área e batendo o martelo para a instalação da Usina na cidade. Foto: Divulgação

O Governador (à dir;) recebeu a cópia da prévia do projeto das mãos dos investidores.

Comentários