26/10/2015 08h08 – Atualizado em 26/10/2015 08h08

O índice de 73% dos pontos conquistados está acima do alcançado pelas 12 equipes que venceram o Campeonato Brasileiro desde 2003.

Redação

A vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo na tarde de domingo fez o Corinthians alcançar um aproveitamento histórico a seis rodadas do fim do Campeonato Brasileiro. O índice de 73% dos pontos conquistados está acima do alcançado pelas 12 equipes que venceram a competição desde 2003.

Para o Corinthians, mais importante que isso é ter se fortalecido ainda mais antes do jogo mais esperado do Brasileirão. O principal aspecto é a classificação do torneio que ainda aponta oito pontos de vantagem em relação ao Atlético-MG, que será visitado no próximo domingo. Os atleticanos esperavam diminuir essa distância, mas a equipe de Tite segue sem tropeçar.

Matemática à parte, o treinador corintiano ganhou boas notícias dentro de campo. Vagner Love e Malcom, os únicos titulares que escutam alguma contestação, foram responsáveis pelo gol que assegurou a vitória sobre o Flamengo. Em especial, Love: apesar de oportunidades desperdiçadas no último domingo, ele tem se mostrado mais confiante. São oito gols anotados no returno, sendo três nas duas partidas recentes.

Por outro lado, o Corinthians fica um de seus jogadores mais importantes para a partida decisiva. De seis pendurados, Elias é que recebeu cartão amarelo contra o Flamengo e não viaja a Belo Horizonte. A suspensão abre espaço para uma prova de fogo a Rodriguinho: reserva em ascensão, ele fez gols contra Ponte Preta e Goiás. Há tempos,ele foi preparado justamente para executar a função de Elias e tem empolgado a comissão técnica pelo desempenho.

Além disso, o volante Bruno Henrique tem boas possibilidades de ser relacionado após dois meses de ausência e se apresenta como uma opção para Tite no decorrer do jogo. A comissão técnica ainda considera as chances, mesmo que pequenas, dos também lesionados Fagner e Uendel voltarem em Belo Horizonte. A carga de trabalho para ambos irá aumentar nos primeiros dias da semana e a resposta deles é que dirá se poderão jogar, ou não, diante do vice-líder. Mas, no Corinthians, nem isso tem gerado grande preocupação.

Com atuações defensivamente ruins em outros momentos da competição, Edílson e Guilherme Arana se estabilizaram na equipe e fizeram três jogos consecutivos convincentes, o que também reduziu a pressa para os retornos de Fagner e Uendel. Sinais de uma equipe fortalecida, com aproveitamento histórico e, segundo matemáticos, 98% de chances de título. Mas com desafio gigante no próximo fim de semana.

(*) UOL

Love celebra com Malcom: Corinthians momentaneamente superou Cruzeiro/2003, o melhor da era dos pontos corridos com 72%. (Foto: UOL)

Comentários