24/07/2017 08h15

Corinthians resolve com bola parada contra o Fluminense

De novo com menos posse de bola, Timão segura a pressão do Fluminense, vê os substitutos de Pablo e Jadson cumprirem suas funções em campo e vence mais uma no Brasileirão

Da redação

Corinthians venceu mais um jogo no Campeonato Brasileiro em que teve menos posse de bola (52% a 48%), defendeu-se com muita eficiência e no qual os jogadores que assumiram suas funções de titulares deram conta do recado.

Padrões repetidos que possibilitaram a vitória por 1 a 0 diante do Fluminense, no Maracanã, e levaram o líder a 40 pontos, com 83,3% de aproveitamento, após 16 rodadas disputadas.

Mais uma vez, o Corinthians saiu vencedor de campo com o estilo reativo, dando a bola ao adversário e apostando nos contra-golpes. Chegou a ter apenas 39% de posse na primeira meia hora de jogo. O gol da vitória, logo no início da etapa final, saiu de uma bola parada, na cobrança de escanteio do criticado Giovanni Augusto, que achou Balbuena na área para cabecear.

Giovanni Augusto não foi Jadson, mas cumpriu a função ao substituir o camisa 10, que vai desfacar o Corinthians por um mês. Aberto na direita, buscou tabelas, centralizou, arriscou chute de fora da área, acompanhou lateral e marcou com competência. De quebra, deu sua primeira assistência na temporada. Após recuperar Marquinhos Gabriel, que deve ser titular na quarta, diante do Patriotas, pela Sul-Americana, o técnico Fábio Carille avança na “missão Giovanni”.

Novo titular na defesa, Pedro Henrique evoluiu em relação ao jogo contra o Avaí, quando substituiu Pablo logo no início do empate sem gols. Mais solto, cometeu menos erros, foi com o pé mais firme nas divididas e deu mostras de que pode mesmo assumir a bronca pelos próximos 45 dias. A necessidade de outro reserva, porém, é urgente. Léo Santos é bom, mas se trata da única alternativa.

Pressionado, o Timão se segurou como sempre, viu Cássio afastar o perigo que rondou a pequena área e ainda contou com a sorte para ver uma bola chutada por Gustavo Scarpa acertar a trave. Depois do jogo contra o Patriotas, pela competição continental, o duelo será em Itaquera, diante do Flamengo, time apontado há algumas rodadas como o principal concorrente ao título. A tabela mostra o Grêmio, com 31 pontos, como maior ameaça. O gaúchos visitam o São Paulo nesta segunda, no Morumbi. O fim da rodada apontará uma vantagem de nove, oito ou seis pontos para o líder.

Independentemente dessa diferença, faltam ainda 66 pontos em disputa para o Corinthians. A empolgação da torcida é clara e justificável, mas ainda há muita coisa pela frente. Seguir repetindo seus padrões, apesar das substituições, rodada a rodada é o grande desafio.

(*) Informações com Globoesporte.com.

Balbuena ganha de Henrique pelo alto para cabecear e marcar o gol da vitória (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

Giovanni Augusto foi bem e deu assistência na vitória do Corinthians sobre o Fluminense (Foto: Agência Estado)

Comentários