David, que sempre foi apoiador de primeira hora do Presidente Jair Bolsonaro – que também deixou o partido, entrou com o processo na justiça após sofrer perseguições

“Aliviado”, assim o deputado estadual Coronel David se sentiu após ter o aval da Justiça Eleitoral para deixar o PSL, partido que ele estruturou em Mato Grosso do Sul e que hoje (30) o TRE-MS deu sentença favorável para sua saída. O pedido de Coronel David para justa causa foi aceito de forma unânime.


David, que sempre foi apoiador de primeira hora do Presidente Jair Bolsonaro – que também deixou o partido, entrou com o processo na justiça após sofrer perseguições e até mesmo ofensas públicas, além de ser acusado de ser “muito bolsonarista”.


“Foi tudo público, nunca escondi que a situação não era confortável e busquei o que era correto e deixei para Justiça resolver”, afirmou o parlamentar.
Apesar de já ter convite de outras siglas, o deputado espera agora para conversar, mesmo que pelo telefone, com o presidente Jair Bolsonaro. “O momento é de apoiar o presidente nessa crise e continuar as ações pelos cidadãos e cidadãs de Mato Grosso do Sul”, finalizou.

Comentários