28/04/2016 15h26 – Atualizado em 28/04/2016 15h26

Pelo menos 5% dos conjuntos habitacionais novos serão destinados a estes profissionais

Assessoria

O deputado estadual Coronel David (PSC) apresentou nesta quarta-feira (28), na Casa de Leis, a indicação de que o Estado, mediante lei, prioritariamente reserve no mínimo 5% das unidades dos conjuntos habitacionais a serem construídas exclusivamente com recursos públicos, sejam reservadas para contemplar os profissionais de segurança pública, sendo os policiais civis e militares, bombeiros militares e agentes penitenciários de Mato Grosso do Sul, trazendo a possibilidade da conquista da casa própria. A indicação ocorreu na manhã desta quarta-feira (27), no plenário da Casa de Leis, que fica em Campo Grande.

A proposta reúne algumas condições, dentre elas, que os beneficiários comprovadamente não sejam proprietários de imóveis residenciais, assegurando a estes profissionais o direito de habilitarem-se para aquisição de unidades pertencentes aos conjuntos de moradias construídos pelo poder público estadual.

“A iniciativa foi porque tenho o conhecimento que inúmeros profissionais da segurança pública moram em condições precárias, e locais que não são compatíveis com as funções que exercem”, explica o deputado estadual Coronel David.

A indicação tem o objetivo de garantir a estes agentes da segurança pública, em especial os de baixa renda, a realizarem o sonho da casa própria, dando aos seus servidores conhecimento do plano e condições para que possam se inscrever e adquirir o próprio imóvel. A proposta foi encaminhada ao Governo do Estado para apreciação.

(*) Assessoria de Imprensa do deputado estadual Coronel David

A indicação tem o objetivo de garantir a estes agentes da segurança pública, em especial os de baixa renda. (Foto: Denilson Secreta)

Comentários