17/11/2006 15h08 – Atualizado em 17/11/2006 15h08

Campo Grande News

O governo do Estado publicou hoje em Diário Oficial quatro atos administrativos referentes ao Comando do Corpo de Bombeiros que já estão causando barulho entre militares. Um deles tira o comando do coronel Arquimedes Leite de Andrade Sobrinho, o segundo o manda para a reserva, o terceiro ato traz o oficial de volta ao serviço ativo por tempo temporário. O quarto e último ato, todos atribuídos ao governador Zeca do PT, nomeia de volta o coronel no comando “em razão da vacância do referido cargo com a transferência para a inatividade do seu titular nesta data”, ou seja, o próprio Andrade Sobrinho. O curioso é que todos os atos têm a mesma data para começar a valer- o dia 16 deste mês. A reportagem apurou que a Associação de Oficiais do Corpo de Bombeiros já chamou os militares para uma reunião na segunda-feira, quando o grupo deve elaborar um documento cobrando providências do governo. Não é descartado um mandado de segurança, uma vez que o ato seria ilegal. A Associação de Cabos e Soldados daPM e do Corpo de Bombeiros está estudando os atos. A lei complementar sobre o Corpo de Bombeiros não fala sobre a possibilidade de convocação de oficial da reserva.Na ativa, há seis coronéis em condições de nomeação. Andrade Sobrinho teria ido para a reserva e retornado porque teria completado os 30 anos de atuação

Comentários