20/02/2012 10h17 – Atualizado em 20/02/2012 10h17

Corpo de Bombeiros dá dicas de segurança para os foliões

Com a proximidade do Carnaval o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul faz alguns alertas aos foliões

Elisângela Ramos

As sugestões são desde o momento de sair de casa até o local da festa ou até mesmo para que for aproveitar o feriado para viajar. “Antes de sair de casa é necessário tomar alguns cuidados para garantir sua segurança e de sua casa como verificar se o botijão de gás está fechado, se aparelhos elétricos estão desligados, inclusive, com o cabo de força retirado da tomada. Em caso daqueles cabos que devam permanecer ligados, verificar se está em uma tomada exclusiva, evitando sobrecarga, e no caso da falta de energia elétrica não deixar velas acessas pela casa para, desta forma, evitar um risco de incêndio”, orienta o chefe da comunicação dos bombeiros, tenente coronel, Joilson de Paula.

CRIANÇAS E IDOSOS

Mas a atenção não para por ai. Os cuidados com as crianças e com os idosos devem ser redobrados. “É bom colocar uma identificação com o nome da criança, endereço e número de telefone e pendurar em seu pescoço ou colocar como pulseira em seu braço caso ela se perca. Também em locais com piscinas ou rios e lagos, sempre ter um responsável por perto”, comenta o coronel.

ÁLCOOL

O álcool ainda é a maior preocupação das autoridades de segurança e o Corpo de Bombeiros reforça o fato de beber com responsabilidade. “A maioria das tragédias que acontece tem o envolvimento do álcool, seja qual for, desde uma briga doméstica até um afogamento ou um acidente de trânsito. Por isso, enfatizo a questão de não extrapolar na bebida, para que assim possamos ter um carnaval alegre e sem confusão; brincar de forma saudável é a dica mais importante para todos os foliões” intensifica o coronel de Paula.

BALANÇO CARNAVAL 2011 EM MS

Segundo o balanço divulgado pela Corporação, no período de carnaval do ano passado o Corpo de Bombeiros registrou 1.328 mil ocorrências em todo o Estado, mais que o dobro no mesmo período de 2010 que foi de 554 ocorrências. Desse total, 133 eram relacionadas a acidente de trânsito e a maioria da Capital. O balanço revelou também que na mesma época foram registrados 12 incêndios, 18 agressões físicas, sete quedas de lugares altos, seis ferimentos por arma de fogo entre outros.

Para se divertir em piscinas sem grandes preocupações, a dica dos bombeiros é que as pessoas utilizem apenas clubes com o certificado de vistoria regularizado e em dia. A certificação tem validade de um ano. Outro cuidado a ser observado é a presença de pelo menos dois salva-vidas a cada 500 metros quadrados de água – exigência prevista na legislação. É desaconselhável nadar sozinho porque pode acontecer alguma cãibra ou cansaço que provoque perda de força e consequentemente o afogamento.

RIOS

Em rios o risco é maior por causa da força da correnteza e também pela profundidade. A dica é que crianças entrem só em rios rasos e acompanhados de responsáveis maiores de idade e que saibam nadar. Os pequenos também devem estar equipados com bóias ou flutuadores que garantam ainda mais a segurança. Também é importante não sair das margens do rio, onde é mais seguro.

EVITAR BRINCADEIRAS

Brincadeiras como “caldos”, “trotes” ou “saltos” devem ser evitadas porque a profundidade de um rio ou de uma piscina pode ser pequena e saltos podem machucar ou contribuir para um possível afogamento.

Bombeiros dão dicas de segurança para a população aproveitar a maior festa do Brasil
Foto: Arquivo

Bombeiros dá dicas de segurança para os banhistas na época de carnaval
Foto: Divulgação

Comentários