13/10/2019 17h59

Equipe de salvamento trabalhava no local desde a manhã mas ainda não o encontrou

Thais Dias

De acordo com o tenente Cândido, do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas até o momento o corpo do empresário Antonio Carlos Alástico, o Cacau do espetinho ainda não foi encontrado. O oficial disse em entrevista que por medidas de segurança as buscas serão encerradas às 17h30 deste domingo,13, e retorna na segunda-feira,14, ás 5h30.

Durante todo o dia equipes de Buscas e Salvamento do Corpo de Bombeiros, dezenas de voluntários com embarcações e uma equipe da Marinha vasculharam o local onde o corpo do empresário desapareceu.

BUSCAS PROSSEGUEM AMANHÃ

Foram mais de 10 horas de buscas, porém sem sucesso. O militar do Corpo de Bombeiros relatou que a partir de segunda-feira as buscas vão continuar até encontrar o corpo da vítima. Outra detalhe elencado pelo bombeiro é que o corpo possa subir a superfície. “Devido o tempo da ocorrência o corpo começa a formar ar no intestino, situação que pode fazer o corpo boiar”, explicou.

Indagado o por que da dificuldade de encontrar a vítima, o tenente salientou que o local é muito profundo, é o canal do Rio que pode atingir de 15 a 25 metros de profundidade. “O corpo quando afoga vai direto para o fundo do Rio”, disse o militar.

COMOÇÃO

Tão logo foi confirmado a morte do empresário, a cidade de Três Lagoas ficou em luto. As redes sociais e os grupos de Whats App ficaram congestionados com a troca de informações da tragédia. Cacau, como era carinhosamente chamado era muito querido na cidade e diariamente reunia amigos e clientes no espetinho localizado na avenida Filinto Muller, no Mercadão.

Segundo os amigos a vítima amava a pescaria, que praticava com frequência e coincidentemente era um exímio mergulhador, pois praticava pesca com arpão, além também de excepcional nadador. Essas especialidades que ele tinha faz com que as autoridades pensem que ele possa ter sofrido um mal súbito, porém isso será investigado.

Em janeiro de 2016 o site Perfil News publicou uma reportagem falando das atividades do empresário. Acesse abaixo:

Até o momento o corpo do empresário Antonio Carlos Alástico, o Cacau do espetinho ainda não foi encontrado (Foto:Ricardo Ojeda)

Comentários