15/01/2019 13h31

Atrasos geram multas ou gastos extras para emitir segunda via.

Gisele Berto

Tem um ditado que diz que, não interessa o que aconteça: os boletos continuam a chegar. Mas, pelo menos aqui em Três Lagoas, até isso está complicado de acontecer.

Leitores revoltados relatam atrasos de até dois meses na entrega de boletos de cobrança. Muitos deles já desistiram dos Correios e passaram a utilizar o serviço de conta online que as prestadoras de serviços oferecem.

Uma pergunta feita pelo jornalista Ricardo Ojeda em seu Facebook deu uma amostra de que os três-lagoenses não estão felizes com o serviço dos Correios.

A cabeleireira Vilma Same conta que há aproximadamente um ano ela começou a receber as contas 30 dias depois do vencimento. “Há dois meses parei de receber todas as correspondências”, disse.

Ela diz que nada chegava. Boletos, faturas, extratos, conta rural de energia elétrica, senhas de cartões. “É um grande transtorno”, afirmou.

Vilma disse que resolveu seu problema registrando as reclamações no 0800 dos Correios. “Ontem à noite veio um rapaz do administrativo dos Correios me entregar correspondências de novembro e dezembro. Mas as de janeiro ainda não chegaram”, diz.

A aposentada Eliana Fátima Araújo Guimarães, de 55 anos, conta o prejuízo que tem sempre que as contas atrasam.

“A fatura do cartão, que venceu dia 1 de janeiro, ainda não chegou. As contas do celular do mês passado também não vieram. Tive que ir à loja da Claro para tirar segunda via, e eles cobram R$ 2,50 na fatura”, conta.

Eliana fala que também tem problemas para receber encomendas. “Temos amigos fora do Brasil que nos mandam presentes. Postaram um presente para a minha mãe no dia 13 de dezembro. Ela fez aniversário agora, em 13 de janeiro, mas o presente ficou preso em Curitiba. Só que ninguém avisa para a gente que o pacote está lá para pagarmos o envio. Eles, lá de Portugal, precisam nos passar o rastreio”, diz.

VERSÃO DOS CORREIOS

O Perfil News entrou em contato com os Correios para entender o problema. Por meio da assessoria de imprensa, os Correios afirmaram que o caso dos boletos precisam ser tratados individualmente, e seria necessária a identificação dos endereços dos clientes para a apuração dos problemas, caso a caso.

No caso das encomendas, os Correios informaram que a unidade de distribuição de Três Lagoas teve sua frota reforçada desde novembro do ano passado com mais um veículo para entregas.

Além disso, desde 11 de janeiro os Correios implantaram uma nova modalidade de entrega em Três Lagoas, adequando o volume de trabalho de cada carteiro, para atendimento de entregas dentro do prazo. A previsão é de que em até trinta dias estas melhorias já estejam completamente implantadas.

PROCON

De acordo com o advogado do Procon de Três Lagoas, Marco Aurelio Ribeiro Caselato, é necessário avaliar cada caso para identificar de quem é a culpa, se dos Correios ou se da empresa responsável por enviar a fatura. “Não adianta os Correios receberem as faturas para enviar para os clientes com dois dias de antecedência porque eles não vão dar conta de entregar para todos no prazo”, alerta.

De toda maneira, caso o consumidor se sinta lesado e quiser fazer sua reclamação, é possível procurar o Procon de Três Lagoas (telefone 3929-1819) ou registrar queixa no serviço 0800 dos Correios. O telefone é 0800-725-0100 para o registro de sugestões ou reclamações.

Vilma recebeu ontem à noite um emissário dos Correios com seus boletos que ainda não haviam sido entregues, dos últimos dois meses. Foto: Arquivo Pessoal.

Boleto vencido no Natal chegou ontem. Foto: Arquivo Pessoal.

Comentários