24/04/2013 16h51 – Atualizado em 24/04/2013 16h51

O projeto teve como objetivo geral conscientizar os educandos para o direito à saúde, sensibilizando-os para a busca permanente da prática dos hábitos de higiene

Da Redação

Alunos, professores e equipe pedagógica do Centro de Referência de Assistência Social e Educacional (CRASE) “Coração de Mãe” participaram na manhã desta quarta-feira (24), do encerramento do Projeto Educação e Saúde com apresentações culturais e exposição de trabalhos confeccionados pelos alunos sobre o tema.

O objetivo geral do projeto é conscientizar os educandos para o direito à saúde, sensibilizando-os para a busca permanente da prática dos hábitos de higiene em todos os seus aspectos para a promoção, proteção e recuperação de sua saúde individual e bem estar da coletividade.

Segundo a coordenadora do CRASE Coração de Mãe, Nilce Figueiredo, o tema Educação e Saúde foi o primeiro a ser trabalhado com os alunos e também com os pais, que participaram de uma palestra através de um trabalho integrado com profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Ruth Filgueiras.

Sobre a participação das crianças durante o projeto, Nilce destaca que “elas gostam, pois essa é uma forma lúdica de educar. Através de brincadeiras, danças, brinquedos, trabalhos em grupo, paródia, construção de texto, teatro, eles aprendem e nós conseguimos atingir nosso objetivo”, explicou.

Antes das apresentações, a coordenadora reforçou a importância dos cuidados e da limpeza dos quintais e ações de conscientização para evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Para o encerramento, os alunos prepararam apresentações de dança, paródia, CRASE Lata, música, teatro, além da exposição de materiais confeccionados ao longo do projeto.

Os próximos projetos desenvolvidos no CRASE irão abordar os temas Educação para o Trânsito, Diversidade Cultural e Cidadania e Democracia.

(*) Com informações de Assecom Prefeitura de Três Lagoas

O objetivo geral do projeto é conscientizar os educandos para o direito à saúde (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários