19/04/2016 09h43 – Atualizado em 19/04/2016 09h43

Entre as aves foi encontrado um pássaro da espécie bicuda, que não contava no plantel do criador

Assessoria

Um homem de 33 anos foi autuado administrativamente em Três Lagoas por manter em cativeiro ilegalmente um pássaro da espécie bicuda, que não constava no plantel do criador. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar Ambiental do município nessa segunda-feira (18), durante fiscalização.

O criadouro de pássaros era autorizado pelo órgão ambiental na cidade, porém, o proprietário não possuía o registro da espécie no plantel do criador, o que é ilegal. O proprietário foi autuado administrativamente e multado em R$ 500,00. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. O pássaro será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

Pássaro da espécie bicuda que era mantido em cativeiro ilegalmente pelo proprietário do criadouro (Foto: Assessoria)

Comentários