22/03/2012 14h00 – Atualizado em 22/03/2012 14h00

Dez crianças em Ponta Porã foram internadas com diarreia e vômito. Amostras do cardápio do almoço foram coletadas para investigação.

Da Redação*

A prefeitura de Ponta Porã, a 346 km de Campo Grande, informou que dez crianças permanecem internadas no Hospital Regional da cidade, depois que tiveram diarreia e vômito na tarde de quarta-feira (21). As crianças estudam no Centro de Educação Infantil (Ceinf) Mario Ocaris, no Jardim Botânico e ficarão hospitalizadas até sexta-feira (23).

Segundo a assessoria da prefeitura, amostras dos alimentos servidos no almoço de ontem foram encaminhadas nesta quinta-feira (22) para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Campo Grande.

As crianças estão recebendo reidratação e medicação para conter diarreia e vômito. Segundo a assessoria, o médico solicitou uma série de exames em cada paciente para detectar as causas do problema.

Ainda de acordo com a prefeitura, 20 crianças foram encaminhadas ao Pronto Socorro do Hospital na noite de quarta-feira (21), mas metade já recebeu alta. O secretário de Saúde do município, Josué Lopes, esteve no hospital para conversar com as mães das crianças.

A assessoria informou ao G1 que a coleta de amostra da alimentação servida no Ceinf é feita diariamente e fica armazenada por cinco dias. A medida foi adotada como norma diária para auxiliar nos casos de investigação de intoxicação alimentar ou mal estar, como o caso de quarta-feira. O cardápio de ontem, segundo a assessoria, era galinhada e feijão preto, acompanhados por salada de alface e tomate.

Até segunda-feira (26) o Centro Educacional estará fechado para limpeza geral e manutenção. A prefeitura informou que as duas oficiais de cozinha, responsáveis pela preparação de merenda, são treinadas e capacitadas e utilizam todos os acessórios de higiene e limpeza, como luvas, toucas, aventais e sapatos especiais.

(*) Com informações do G1

Secretário de Saúde, Josué Lopes, foi até hospital verificar condições de atendimento. (Foto: Divulgação/prefeitura)

Comentários