Documento pode ser impresso em papel comum, em casa ou nas agências do Detran-MS

Os proprietários de veículos em Mato Grosso do Sul já podem imprimir o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento) em casa, em papel comum, com a mesma validade do documento oficial. Caso prefiram podem, ainda, optar pelo formato digital, por meio do aplicativo CDT (Carteira Digital de Trânsito).

O novo serviço pode ser feito na sua própria residência ou nas agências do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul). O condutor Giulliano Matias foi o primeiro a obter o licenciamento no novo formato e comenta que o a iniciativa irá facilitar a vida de todos. “Vai otimizar muito o nosso tempo, um serviço que é oferecido com facilidade e menos burocracia é realmente muito importante”, conclui.

Foto: Viviane Freitas

O Diretor de Veículos do Detran-MS, Arioldo Centurião Júnior, comenta durante esta semana o sistema foi testado para que não haja nenhuma falha e constrangimento ao proprietário. “A mudança no formato não terá mais a obrigatoriedade do papel-moeda, sendo formatado para um documento indexado em PDF que pode ser impresso em papel A4 em qualquer local. A validação se dá por meio da leitura do QRCode inserido no documento.”, conclui.

O Diretor do Detran-MS, Rudel Trindade, afirmou que já havia a prioridade de acelerar o Detran Digital, mas a crise sanitária em decorrência do coronavírus acabou demonstrando a necessidade de se intensificar a utilização de canais digitais. “Temos incentivado nossos clientes a procurar alguns serviços pelo nosso site e já temos várias situações que podem ser resolvidas pela internet ou pelo aplicativo do órgão. E essa facilidade é mais um avanço que o órgão está realizando”, afirmou.

Ele explica que a extinção do papel moeda dará mais comodidade para a população, além de contribuir com o isolamento social, evitando assim a disseminação do Novo Coronavírus. “Não será mais necessário se deslocar até o órgão para imprimir o licenciamento e aqueles que optarem por não imprimir, também é possível emitir o documento pelo app CDT , que hoje mais de 50 mil pessoas já usam no Estado ”, comenta.

Rudel ressalta que conforme a determinação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) o prazo final para os Detrans adotarem o novo serviço era 30 de junho. “Estamos adotando o serviço antes do prazo a fim de facilitar a vida do condutor”, conclui.

Os condutores que pagarem seu licenciamento até o dia 31 de maio ainda receberão o licenciamento no papel moeda. A partir do dia 1 de junho, todos passarão a utilizar apenas o papel comum ou aplicativo.

Confira como imprimir seu licenciamento em sua residência

Para obter a versão para imprimir, o proprietário deve acessar o Portal de Serviços do Denatran ou o aplicativo CDT (Carteira Digital de Trânsito). O login é feito com os dados do cadastro no portal gov.br, informando o CPF e a senha. Para veículos de Pessoa Jurídica, a obtenção do CRLV-e só está disponível no Portal do Denatran, com login por Certificado Digital.

Comentários