10/04/2015 15h29 – Atualizado em 10/04/2015 15h29

Cada consumidor pode tornar mais eficiente o uso da energia elétrica tomando medidas simples, que ajudam a gastar menos e, em consequência, reduzir o impacto na conta

Da redação

O refrigerador, se mal utilizado, pode ser um vilão do consumo. Algumas dicas simples ajudam a fazer o uso correto, gastando só o essencial de energia elétrica.

Evite deixar a geladeira aberta por muito tempo

O equipamento aberto desnecessariamente deixa escapar o ar que está sendo refrigerado, o que significa desperdício de energia. Feche rapidamente assim que pegar o que deseja.

Evite abrir várias vezes

Outra forma de racionalizar o uso do equipamento é se programar para pegar de uma vez tudo o que precisa naquele momento. Não desperdice energia abrindo e fechando a geladeira seguidamente.

Mantenha em boas condições a borracha de vedação

A borracha da porta da geladeira tem uma função importante, que é a de vedar a saída do ar frio, e deve estar em condições adequadas. Observe se não há rasgos, se está encaixando corretamente ao fechar, e não deixando escapar o ar refrigerado e ‘jogando fora’ sua energia.

Não forre as prateleiras

As prateleiras dispostas como indicado pelo fabricante permitem a circulação e absorção do ar frio de forma a aproveitar corretamente a refrigeração em todo o aparelho. Alguns consumidores têm o hábito de forrar as prateleiras, uma ideia que pode parecer decorativa, mas é um perigoso instrumento para o aumentar o consumo de energia elétrica.

Não coloque comida quente

Evite guardar alimentos ainda quentes. O produto em temperatura alta exigirá mais do refrigerador.

Prefira equipamento com Selo Procel

O cuidado pode começar já na compra da geladeira: prefira as que vêm com o Selo Procel de economia de energia, uma ferramenta simples e eficaz que permite ao consumidor conhecer, entre os equipamentos e eletrodomésticos à disposição no mercado, os mais eficientes e que consomem menos. Essa é uma dica que vale para todos os eletrodomésticos.

Criado pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – Procel, o selo indica que os equipamentos foram submetidos a ensaios em laboratórios e atingiram os índices indicados de consumo para obter a certificação. O selo traz as letras de A até a G, apontando o nível de eficiência no consumo de energia. O “A” é o mais econômico.

(*) Notícias MS

Comentários