02/10/2013 15h45 – Atualizado em 02/10/2013 15h45

Delcídio anuncia R$ 93 milhões do PAC FUNASA para 33 municípios

Na semana que vem, técnicos da Funasa começam a fazer as vistorias técnicas nos municípios contemplados

Da Redação

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) anunciou nesta quarta-feira, 2 de outubro, que o governo federal selecionou projetos de 33 municípios de Mato Grosso do Sul para receber recursos do Programa de Aceleração do Crescimento do setor de saneamento, conhecido como PAC FUNASA. Ao todo, serão disponibilizados R$ 93 milhões para o governo do estado e as prefeituras investirem na implantação de redes de coleta e tratamento de esgotos.

“Essa é mais uma grande vitória do trabalho conjunto dos senadores e deputados federais que representam Mato Grosso do Sul em Brasília, com o governo do estado. Eu mesmo estive várias vezes com o deputado Vander Loubet (PT), tanto na Presidência da República quanto na direção nacional da FUNASA, mostrando a importância desses recursos para a melhoria da qualidade de vida da nossa população, porque investir em saneamento significa investir em saúde. Estou muito contente com o atendimento do nosso pedido”, afirmou Delcídio, que recebeu a informação diretamente do GPAC, grupo de trabalho que faz a gestão dos recursos do PAC.

De acordo com o senador, na semana que vem, técnicos da Funasa começam a fazer as vistorias técnicas nos municípios contemplados. O montante final a ser liberado dependerá dessa vistoria. Em algumas cidades, as obras serão feitas pelas prefeituras. Em outras ficarão a cargo do governo do estado, através da Sanesul.

O PAC FUNASA se destina a atender cidades com até 50 mil habitantes. Por isso, os maiores municípios do estado, como Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá e Ponta Porã, não recebem recursos desse programa. A relação completa dos contemplados, com o respectivo valor máximo a ser investido, é a seguinte:

Alcinópolis – R$ 2 milhões 163 mil

Amambai – R$ 3,7 milhões

Anaurilândia – R$ 2 milhões 380 mil

Angélica – R$ 9 milhões

Antonio João – R$ 2,4 milhões

Bataguassu – R$ 4,1 milhões

Bataiporã – R$ 2,6 milhões

Bela Vista – R$ 1 milhão e 800 mil

Bonito – R$ 2,1 milhões

Caarapó – R$ 2,8 milhões

Caracol – R$ 2,9 milhões

Cassilândia – R$ 4,9 milhões

Corguinho – R$ 1 milhão e 200 mil

Costa Rica – R$ 3,4 milhões

Coxim – R$ 4,9 milhões

Deodápolis – R$ 1 milhão 360 mil

Dois Irmãos do Buriti – R$ 2,7 milhões

Eldorado – R$ 4,2 milhões

Figueirão – R$ 3,3 milhões

Glória de dourados – R$ 1 milhão

Guia Lopes da Laguna – R$ 1 milhão e 900 mil

Iguatemi – R$ 3,2 milhões

Itaquiraí – R$ 4,4 milhões

Japorã – R$ 1 milhao 264 mil

Juti – R$ 2,6 milhões

Novo Horizonte do Sul – R$ 2,3 milhões

Pedro Gomes – R$ 2,4 milhões

Rio Negro – R$ 1 milhão 168 mil

Rio Verde – R$ 2,2 milhões

Santa Rita do Pardo – R4 1 milhão e 700 mil

Sete Quedas – R$ 2,6 milhões

Sidrolândia – R$ 2,4 milhões

Terenos – R$ 1 milhão 437 mil

(*) Com informações de Assessoria de Comunicação

Ao todo, serão disponibilizados R$ 93 milhões para o governo do estado e as prefeituras investirem na implantação de redes de coleta e tratamento de esgotos. (Foto: Divulgação/ Assecom)

Comentários