22/08/2014 11h09 – Atualizado em 22/08/2014 11h09

Delcídio defende programa específico para desenvolver fronteira

Na mesma ocasião, o candidato afirmou ainda que é preciso integrar e diversificar a economia, além de facilitar a vida do cidadão

Da Redação

O candidato da coligação Mato Grosso do Sul com a Força de Todos, Delcídio do Amaral, defende a adoção de um programa específico, com a participação das prefeituras, do governo do estado e da União, para promover o desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida na região de fronteira com a Bolívia e o Paraguai.

“Vou convocar todos os entes públicos, cada um deles dentro de suas atribuições e responsabilidades, para desenvolvermos juntos, ações que ofereçam uma vida melhor e novas alternativas de trabalho para quem vive na extensa faixa que vai desde Mundo Novo, no Sul, até Corumbá, no Oeste. Não adianta só reforçar a segurança. Vamos investir em educação, saúde, na qualificação da mão-de-obra, esporte, lazer, em um tratamento tributário diferenciado e, principalmente, na atração de projetos da iniciativa privada que gerem emprego e renda, criando novas perspectivas para quem vive aqui”, afirmou Delcídio na noite de ontem (21), no Clube Milionários, em Amambai, durante o lançamento da candidatura de Dirceu Lanzarini (PR) a deputado estadual.

O candidato destacou a necessidade do poder público e dos empresários buscarem a integração comercial com os países vizinhos. “Temos o cacoete de olhar apenas para São Paulo e o Paraná, mas é preciso que olhemos também para os nossos irmãos paraguaios e bolivianos, buscando uma nova rota de escoamento da nossa produção através do Oceano Pacífico e Amambai não vai ficar alheia a isso. Ao longo de meu mandato como senador viabilizei cerca de R$ 23 milhões para a prefeitura investir em saúde, educação e infraestrutura e como governador vou ajudar ainda mais. É necessário se integrar e diversificar a economia, além de facilitar a vida do cidadão”, defendeu.

Delcídio se comprometeu também a concluir a pavimentação da MS 165, conhecida como Rodovia Sul Fronteira, “obra fundamental para o desenvolvimento dessa região”, disse. A estrada tem 338 km de extensão e interliga os municípios de Ponta Porã (a partir do distrito de Sanga Puitã), Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas, Japorã e Mundo Novo, na divisa com o Paraguai.

Dirceu Lanzarini, que foi prefeito de Amambai, destacou o apoio do candidato ao município. “O Delcídio foi um grande parceiro da minha administração e da nossa região como senador e eu não poderia agora ficar ausente dessa sua caminhada rumo ao governo do estado. Ele representa a modernização do serviço público em Mato Grosso do Sul, com um modo diferente de administrar. Estamos juntos”, declarou. Participaram também do evento o candidato a vice-governador, Londres Machado, o médico Ricardo Ayache, candidato ao Senado, o deputado federal Antônio Carlos Biffi, o prefeito de Ponta Porã, Ludimar Novais e o presidente da Assomasul, Douglas Figueiredo.

(*) Com informações de Assessoria de Imprensa

Delcídio em Amambai. Garantia de novos investimentos na fronteira  (Foto: Divulgação/ AI)

Comentários