25.2 C
Três Lagoas
quarta-feira, 17 de agosto, 2022
InícioNotíciasDelegacia Regional de Bataguassu tem uma das estruturas mais modernas de MS

Delegacia Regional de Bataguassu tem uma das estruturas mais modernas de MS

Inaugurada em 2020, a estrutura não deixa nada a desejar se comparando com as dos grandes centros. É a única do estado que conta que possui até auditório; veja o vídeo

Com uma estrutura de deixar qualquer pessoa de ‘queixo caído’, a Delegacia Regional de Bataguassu é uma das mais modernas de todo Estado de Mato Grosso do Sul. Levando comodidade e modernidade, a regional também atende as delegacias de Bataguassu, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, um prédio do 1º Distrito Policial, Brasilândia e a Delegacia de Defesa à Mulher.

Inaugurada em dezembro de 2020, a regional tem a frente o Delegado Juvenal Laurentino Martins. Servidor experiente, ele conversou com o Perfil News e além de mostrar a megaestrutura da delegacia, ele também comentou sobre o trabalho realizado pela polícia na região.

 “É uma estrutura moderna, confortável e formidável. A gente sente orgulho de receber qualquer pessoa aqui, tanto as pessoas vêm fazer ocorrência e as outras de maneira geral. Quando colegas de outros estados nos visitam, eles ficam surpresos com a nossa estrutura. Somos premiados”

O delegado também comentou um pouco sobre a sua experiência profissional. Bataguassu é uma cidade que tem se desenvolvido rapidamente, mas Lauriano a conhece bem, pois trabalhou durante duas décadas na região do Bolsão.

CONFIRA A ENTREVISTA E NO FINAL, CONHEÇA AS ESTRUTURAS DA REGIONAL, DELEGACIA DA MULHER E DO 1º DISTRITO POLICIAL

“Eu estive na região no ano de 2000, quando trabalhei na cidade de Anaurilândia por nove anos. Neste período eu também ajudava os plantões de Bataguassu. Depois eu fui servidor em Três Lagoas, onde permaneci por 11 anos. Com a criação da delegacia regional em 2020, eu fui convidado para assumir o cargo”.

Mas nem tudo é ‘um mar de rosas’e Lauriano também destaca que Bataguassu tem duas rodovias, que ocorrem muitas apreensões de drogas. O município é um ‘corredor’ para os traficantes, já que as vias fazem fronteira com estados vizinhos, como São Paulo.

Anexa à Regional, está instalada à Delegacia da Mulher, tendo como titular e delegada, Izabela Borin Favoreto (Foto abaixo)

“Bataguassu tem sido rota dos traficantes por ter uma rodovia que faz divisa com o Estado de São Paulo e a cidade também tem uma população flutuante. Muitas pessoas do Estado vizinho tem os seus empregos aqui no município. Existe um grande fluxo de pessoas e neste meio tem a criminalidade. Temos um grupo de inteligência que realiza trabalho integrado com outras regionais do Estado e consegue realizar bons resultados em desfavor ao crime organizado”.

Com o crescimento da cidade, sucessivamente, Bataguassu também teve um considerável aumentado de crimes. “Ficamos felizes com o progresso do município, mas com ele, coisas ruins acabam vindo junto, como roubos, furtos e principalmente o tráfico de drogas. Os nossos policiais também têm trabalhado dentro da cidade, prendendo os micro- traficantes abastecidos pelos maiores. É um trabalho árduo e estamos aprimorando os serviços de inteligência para tentar barrar esses tipos os criminosos. Temos que ficar atentos, monitorando e acompanhando, para que o crime organizado não passe a frente da polícia”.

O delegado também fez um agradecimento ao Governador do Estado Reinaldo Azambuja (PSDB), que investiu pesado na segurança pública durante a sua gestão.

“Hoje temos viaturas novas, armamentos novos. Os nossos policiais estão motivados, houve reajuste e promoções durante os últimos meses realizados pelo Governo do Estado. Também temos essa estrutura formidável que foi uma bandeira do nosso ex-prefeito”.

Fachada do primeiro Distrito Policial de Bataguassu (Foto: Ricardo Ojeda)

Outra triste realidade comentada com o delegado foi o aumento do número de casos de violência doméstica e abuso sexual infantil na cidade de Bataguassu. Mesmo com leis mais rígidas, os crimes continuam sendo registrados no município.

“São crimes que considero inadmissíveis e que nos causam um impacto. Mesmo com as leis sendo um pouco mais rígidas, ainda tem aumentado o número de violência doméstica. Também tem o abuso infantil que é algo muito grave e tivemos dois na mesma semana. É uma situação preocupante, extremamente preocupante, mas nós estamos atentos. Quando chega a informação, os nossos policiais tentam imediatamente esclarecer os fatos e prender os autores”, adiantou.

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.