05/11/2013 16h51 – Atualizado em 05/11/2013 16h51

DENAR prende acusados de tráfico e fecha ponto de drogas no Guanandi

Um ponto de venda de drogas que funcionava em Campo Grande (MS), foi fechado na tarde de ontem (05) por investigadores da DENAR. Jeferson Vieira Castilho, 19 anos e Rafael Lima de Souza, 22 anos acusados de comandar o tráfico no local, foram presos em flagrante

Da Redação

Um ponto de venda de drogas que funcionava na rua Guariroba, no bairro Guanandi em Campo Grande (MS), foi fechado na tarde de ontem (05) por investigadores da DENAR (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). Jeferson Vieira Castilho, 19 anos e Rafael Lima de Souza, 22 anos (foto) acusados de comandar o tráfico no local, foram presos em flagrante.

Os suspeitos passaram a ser investigados pelos policiais civis, após inúmeras denúncias anônimas feitas ao DENAR de que os dois utilizavam a casa para vender drogas e que era intenso o movimento de usuários na rua. Fato comprovado pelos investigadores da DENAR, que monitoraram vários usuários que entraram na residência dos acusados e saíram de lá com drogas, um deles foi abordado, entregou uma pequena porção de pasta base de cocaína aos policiais e informou que há várias semanas compra a droga no local, por R$ 10 a porção.

Uma busca foi realizada na casa na tarde de ontem, com a autorização de Jefferson, ocasião em que os investigadores encontraram e apreenderam uma pequena quantidade de pasta base de cocaína, escondida em um tênis e a quantia de R$ 2.588 em notas de baixo valor. Na carteira de Jeferson havia ainda R$ 143 em dinheiro, sendo que ele não soube explicar a origem dos valores.

Rafael também autorizou buscas em sua casa, na rua Margarida Ferreira de Souza, no Jardim Aero Rancho, onde os policiais encontraram mais pasta base de cocaína, dividida em pequenas porções, R$ 38 em dinheiro, celulares e petrechos utilizados no preparo de drogas.

Tanto Rafael como Jerferson confirmaram que há dois meses comercializavam drogas no bairro Guanandi. Os dois foram presos e autuados em flagrante por tráfico de drogas, sendo em seguida encaminhados para presídio da Capital, onde permanecem a disposição da justiça.

(*)Com informações de Policia Civil

Os suspeitos passaram a ser investigados pelos policiais civis, após inúmeras denúncias anônimas feitas ao DENAR (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários