17/03/2012 09h14 – Atualizado em 17/03/2012 09h14

A depressão é uma doença silenciosa e atinge duas vezes mais as mulheres

Ainda não se fala em cura da depressão e sim em uma melhor qualidade de vida

Cristiane Vieira

A depressão é considerada a doença do século, ela chega silenciosamente e vai abraçando a vida da pessoa. Hoje em dia vários fatores podem levar uma pessoa a entrar em depressão, dentre eles estão: problemas financeiros, perda de pessoas queridas e também estresse profissional. De acordo com o psicólogo clínico Alex Sampaio a doença também ter fator genético, “se na família já tem uma pessoas que é depressiva, existe uma chance maior de você ficar depressivo”, disse.

PRINCIPAIS SINTOMAS

Os principais sinais de que uma pessoa possa estar com depressão é irritação, deixar de fazer coisas que antes você adorava já não ter mais tantas amizades e preferir ficar dormindo a fazer alguma atividade. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a depressão atinge cerca de 121 milhões de pessoas no mundo e as mulheres sofrem com o problema duas vezes mais que os homens. Segundo o psicólogo elas ficam mais doentes porque antes não tinham tantas referências em nível de elogios e de estímulos, elas ficavam em casa e como hoje a maioria trabalha fora o estresse aumenta. “Ela começou a trabalhar e ao invés de melhorar piorou, porque ela tem que cuidar de casa, filhos, marido e trabalho”, conclui.

TRATAMENTO

O tratamento para a depressão exige uma equipe multidisciplinar com terapias e não se fala em cura ainda. “Hoje a gente não fala tanto em cura, nossa preocupação é com a qualidade de vida da pessoa”, disse Alex.

DICAS

As dicas que o psicólogo deu para quem têm que lidar com pessoas que estejam passando por esse problema é: não pressionar o depressivo, não criticar, porque a pessoa com essa doença se sente muito culpado e tem uma grande sensação de incapacidade. “A questão é compreender e não julgar”, finalizou.

A matéria completa sobre depressão você confere hoje no Programa Perfil News, logo após o Chaves no SBT MS

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a depressão atinge cerca de 121 milhões de pessoas no mundo
Foto: Divulgação/Google

Comentários