30/08/2014 12h37 – Atualizado em 30/08/2014 12h37

O candidato a governador Delcídio do Amaral já está na cidade para colocar a campanha nas ruas de Três Lagoas; chegou perto das 10 horas, concedeu entrevista à imprensa e seguiu em carreata

Léo Lima e Ricardo Ojeda

O candidato da coligação “Mato Grosso do Sul com a Força de Todos”, Delcídio do Amaral, logo que desembarcou no aeroporto Plínio Alarcom, em Três Lagoas, por volta das 10 horas deste sábado (30), reuniu-se com a imprensa local. Durante a coletiva, no início da entrevista, foi enfático: “o desenvolvimento de uma cidade é muito bom, mas acarreta problemas sociais que, se não dermos atenção devida, produzem a intranquilidade na população”.

Segundo o candidato, a coligação vem fazendo uma mobilização político-eleitoral em todo o MS. “Acabamos de chegar do extremo sul do Estado, após fortalecermos ainda mais nossa campanha em Campo Grande, conquistando o eleitorado da Capital. Agora, partimos para o interior. Estivemos em Iguatemi, Eldorado, Japorã e por último Mundo Novo. Seguimos pela região do Bolsão, a começar por esta progressista cidade de Três Lagoas”, comentou Delcídio.

A reportagem do Perfil News abriu a coletiva, questionando o candidato quanto às propostas que tem na área social, já que Três Lagoas teve um crescimento econômico estupendo, mas não consegue acompanhar o aumento dos problemas sociais, como na saúde, educação, segurança, transporte.

DESENVOLVER SEM PREJUÍZOS SOCIAIS

Delcídio, agradecendo a oportuna pergunta, lembrou que sua gestão no Senado carreou importantes recursos financeiros, via governo federal, para a construção de obras (físicas e sociais) capazes de melhorar a qualidade de vida da população. “Estivemos presentes em Três Lagoas, ao longo do meu mandato. Trouxemos obras para desenvolver a cidade e a região. Conseguimos R$ 110 milhões para o Bolsão Sul-mato-grossense; só para Três Lagoas foram R$ 11 milhões, que proporcionaram várias obras”, observou o candidato.

Ele colocou ainda que o governo federal aportou recursos consideráveis para dar suporte a obras importantes para o Município, nas áreas de habitação, pavimentação, drenagem, saúde, educação, transporte, entre outras.

“O social é nossa prioridade. Trouxemos moradias, apoiamos a industrialização do Município, entre tantas outras obras do governo federal. Agora, no nosso governo, todas as áreas receberão atenção, especialmente as que atende o social como saúde, educação e segurança”, garantiu Delcídio.

O candidato colocou ainda que, na questão da saúde, várias obras estão dentro de suas propostas para Três Lagoas e Bolsão, com apoio aos centros de saúde e efetuar a medicina preventiva como forma, também, de desafogar a estrutura de saúde da Capital.

Na área de educação a qualificação profissional, segundo Delcídio, é fundamental. “A qualificação da mão de obra é prioridade aqui em Três Lagoas. Em uma obra que está sendo construída na cidade, estive verificando, não existe nenhum trabalhador daqui [natural de Três Lagoas]. Não temos nada contra aqueles que de fora aqui vem para trabalhar, mas temos que aproveitar a mão de obra local”, observou.

Quanto à educação, Delcídio acredita que escolas que atendem os alunos em tempo integral são a garantia de que o ensino será de melhor qualidade e “também não vai permitir que a criançada fique na rua, exposta à malandragem”.

Justamente nesse ponto, Delcídio fez colocações quanto às suas propostas para a segurança. “Três Lagoas e região precisam de maior segurança; por isso, vamos implantar sistema de videomonitoramento na cidade e principalmente nas escolas para que os traficantes não se aproximem das nossas crianças”, afirmou, acrescentando que “é fundamental também que a estrutura policial seja ampliada, não somente em termos de efetivo, mas também em relação ao aparelhamento da força (armas, munição, viaturas etc)”.

Delcídio colocou ainda outras propostas para atender o social: construir o Hospital Regional de Três Lagoas e também um Centro de Diagnóstico com atendimento de especialidades; reabilitação, saúde da mulher e um centro de trauma e ortopedia; implantar sistema de vídeo monitoramento no Centro da cidade, para coibir furtos e assaltos; ampliar os quadros das Policias Militar e Civil; garantir atendimento 24 hs na Delegacia da Mulher; implantar nas áreas mais violentas da cidade as Unidades Móveis de Monitoramento Policial; implantar o Patrulhamento Rural; instalar um restaurante popular no Centro da cidade para atender trabalhadores de baixa renda – a refeição custará R$ 2.

DESENVOLVIMENTO REGIONAL

Para amparar o crescimento que se registra na cidade e na região em termos socioeconômico, Delcídio pretende dar ênfase em obras que deem sustentabilidade ao desenvolvimento regional, como nos setores de logística, urbanização e saneamento.

A drenagem e pavimentação asfáltica de ruas e avenidas das cidades do Bolsão merecerão maior atenção em seu governo. “A infraestrutura que a população exige será concretizada; vamos dar ênfase também na questão da habitação. Três Lagoas e o Bolsão vão se desenvolver naturalmente”, comentou o candidato.

Ainda na parte de infraestrutura viária, Delcídio foi enfático na afirmação de que a MS-040, que liga Santa Rita do Pardo a Campo Grande, é determinante para viabilizar a região, assim como a MS-112 e outras estradas estaduais. “Vão merecer [as rodovias] nossa atenção”, garantiu.

LOCALIZAÇÃO ESTRATÉGICA

Em termos de logística, o candidato observou que Três Lagoas tem uma situação amplamente favorável a um crescimento ainda maior, face sua localização estratégica e presença de modais de transporte que garantem viabilidade de retorno aos investimentos.

“A posição de Três Lagoas é extraordinária, pois é servida por importante hidrovia, do Paraná, ferrovia e rodovias. A construção de um porto seco viabilizará a região. Outra questão é a ferrovia. O governo de MS tem que revitalizar a NOB. O empresário não é bobo, só investe onde ele sabe que terá retorno garantido”, colocou Delcídio.

DESAFIOS REGIONAIS

O fato de o estado de São Paulo praticar diferenciação quanto aos incentivos para estimular o crescimento econômico, em detrimento ao comportamento de outros estados, como Mato Grosso do Sul, para Delcídio do Amaral é um desafio a ser enfrentado em seu governo. “Temos esse desafio pela frente. São Paulo tem jogado contra nós. E o Supremo Tribunal Federal julgou os incentivos inconstitucionais, que são um desastre para nossa economia”, alertou.

O candidato salientou ainda que tem um projeto seu no Senado que unifica a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) até 2028. “Temos a oportunidade de redesenhar os incentivos”, colocou Delcídio, reafirmando que vai brigar pela causa.

DILMA E LULA

Acompanhado do deputado estadual Antônio Carlos Biffi, do prefeito de Anastácio Douglas Figueiredo (presidente da Associação dos Municípios de MS) e de seu candidato ao Senado Ricardo Ayache, Delcídio assegurou que o ex-presidente Lula e a atual presidente da República Dilma Roussef vão estar em Três Lagoas em breve.

“Em primeira mão: Lula e Dilma ou um dos dois vão visitar Três Lagoas. Em um ano, pela quarta vez, Lula esteve quatro vezes em Mato Grosso do Sul. Depois de Três Lagoas, vamos leva-los para Dourados dando oportunidade a que o evento possa reunir o pessoal do Cone Sul e Sudoeste do Estado”, adiantou Delcídio.

ENCONTRO COM A POPULAÇÃO

Após o término da coletiva, o candidato seguiu em carreata pelas ruas da cidade, acompanha de aproximadamente 500 veículos, entre carros, motos, ônibus, caminhonetes e caminhões. Cerca de 700 pessoas acompanharam Delcídio no evento.

Depois, Delcídio fez caminhada pela feira livre e pelo comércio central da cidade.

Agora à tarde, das 12h30 às 14h, participará de gravações. Já às 15h, após concentração dará início à carreata na orla da Lagoa Maior, com destino, aos bairros.

Encerrando a agenda de compromissos, a partir das 18h, Delcídio se reunirá com a população três-lagoense e também com os candidatos à eleição, na sede do SINPOL (Sindicato dos Policiais Civis de MS), no bairro Vila Piloto.

Delcídio fala, ainda no aeroporto municipal, sobre suas propostas para Três Lagoas e Bolsão aos jornalistas (Foto: Ricardo Ojeda)

Na coletiva, Delcídio lembrou dos recursos carreados para Três Lagoas e região em seu mandato no Senado e as propostas de seu futuro governo (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários