19/06/2019 13h50

Já estão em atividades, leiloeiros nas cidades de Três Lagoas, Nova Andradina, Sonora, Corumbá, Chapadão do Sul e Ponta Porã

Redação

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) notificou proprietários de 2.415 veículos a comparecerem nos locais de recolhimento ou apreensão dos mesmos para regularizar documentos, caso contrário, o Departamento deverá colocá-los a disposição dos leilões previstos para este ano como forma de limpar os pátios em Campo Grande e no interior.

Do total de veículos apreendidos, 67% são motocicletas, 16% são automóveis e os demais veículos são caminhonetes, motonetas e caminhões.

Os leilões serão feitos de acordo com a resolução 623 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) de 2016, que aponta em seu artigo 24 que o veículo poderá ser restituído ao proprietário até o último dia útil. A notificação foi publicada na edição suplementar do Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 11 de junho. Confira aqui a relação.

Para o presidente do Detran-MS, Luís Rocha, essa é a maneira encontrada para esvaziar os pátios, principalmente nas agências do interior, onde o espaço, normalmente, é bastante limitado.

Atualmente, o Detran-MS tem à disposição dez leiloeiros públicos oficiais credenciados e a intenção é que novos leilões sejam marcados até o fim do ano.

Algumas agências no interior já foram contempladas com a remoção dos veículos para leilão. É o caso de Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia, Rochedo, Corguinho, Terenos e Amambai que, conforme a portaria 42 de 2019, estabeleceu que é possível o leiloeiro remover os veículos para seu pátio a fim de agilizar o processo.

Já estão em atividades, leiloeiros nas cidades de Três Lagoas, Nova Andradina, Sonora, Corumbá, Chapadão do Sul e Ponta Porã. (Detran-MS)

Divulgação

Comentários