08/03/2012 07h55 – Atualizado em 08/03/2012 07h55

Dezenas de condutores também são notificados sobre processos que estão sendo abertos e convocando infratores para apresentação de defesa.

Edmir Conceição

O Diário Oficial do Estado traz na edição desta quinta-feira, 8 de março, a relação de centenas de condutores punidos por infrações no trânsito com a suspensão do direito de dirigir e, nos casos mais graves, cassação de CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Todos os condutores relacionados no Diário Oficial terão fazer curso de reciclagem para reaver o direito de dirigir. O Detran também está notificando dezenas de condutores sobre processos que estão sendo abertos e convocando infratores para apresentação de defesa.

A maioria dos processos do Detran é contra condutores que foram pegos dirigindo em estado de embriaguez. É grande também o número de condutores de desrespeitam pedestres e se exibem com manobras perigosas. Entre os motociclistas, as principais punições são em razão do transporte de passageiro sem capacete.

Nessa leva de infratores relacionados no Diário Oficial, 42 condutores foram pegos bêbados e ficarão sem a CNH por 12 meses. Outros quatro foram suspensos por um mês por terem sido flagrados em manobras perigosas em via pública. Cinco motociclistas que conduziam motos em apenas uma roda também ficarão um mês sem dirigir; outros 17 que carregavam passageiros sem capacete também receberam a mesma punição.

Ameaçar pedestres na faixa também resultou em punição a dois condutores. Entre as infrações mais comuns e que resultaram em processos de suspensão do direito de dirigir, estão derrapagens e frenagens por exibição, excesso de velocidade, demonstrações de perícia sem autorização do Detran, como arrancadas não autorizadas, condução de motocicleta sem capacete e falta de CNH.

Infratores devem entregar CNH no Detran para iniciar contagem do período de suspensão.

Comentários