Na última semana um policial penal faleceu vítima da doença e há vários outros internados em estado grave

O SINSAP-MS impetrou, nessa segunda-feira (21), com um mandado de segurança para resguardar o direito da categoria e manter a suspensão das visitas presenciais aos presídios durante a pandemia do COVID-19.

Na última semana um policial penal faleceu vítima da doença e há vários outros internados em estado grave.

Desde março de 2020, o Estado do Mato Grosso do Sul havia suspendido as visitas presenciais aos reeducandos nas Unidades Prisionais do Estado, em razão da pandemia do COVID-19.

André Santiago, presidente do SINSAP-MS (Foto: Assessoria)


Contudo, em novembro, a AGEPEN/MS determinou a retomada das visitas presenciais, o que coloca em risco
a saúde e a vida dos policiais penais estaduais e também dos internos. Na época o SINSAP-MS formalizou pedido de suspensão das visitas, mas o pedido não foi acatado.

“Diante desse quadro de novo crescimento exponencial de casos da doença, a medida mais adequada é a suspensão temporária das visitas em nossas Unidades Penais. O Sindicato está atento ao clamor dos servidores e tomando medidas jurídicas para interromper as visitas, poupar vidas e frear a disparada da doença dentro do sistema penitenciário. Então, esperamos que a suspensão seja feita o mais depressa possível”, destaca o presidente do SINSAP-MS, André Santiago.

Comentários