29/04/2016 14h45 – Atualizado em 29/04/2016 14h45

Imunização será nas unidades públicas de saúde partir das 8h às 17h

Assessoria

Começa neste sábado (30), a Campanha de Vacinação Contra H1N1 para os grupos prioritários. A data também marca o dia “D” em mais de 10 unidades públicas de saúde do município de Três Lagoas. A ação começa às 8h e segue até às 17h, exceto na Feira Central que será encerrado às 11h. A meta de vacinação neste ano é de imunizar 25.236 pessoas. No ano passado, a meta era menor sendo de 22.030.

O grupo prioritário que deve receber a vacina da rede pública será: 3.050 na faixa etária de seis meses a dois anos; 4.330 para as crianças de dois a quatro anos 11 meses e 29 dias; 2.363 para trabalhadores na saúde; 1.525 gestantes; 251 puérperas; 10.406 idosos e 3.011 pessoas com doenças crônicas.

É imprescindível apresentar o cartão de vacinação no ato da aplicação, assim como a prescrição médica, caso a pessoa possua alguma doença crônica. Os pacientes que já fazem parte de programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS), devem se dirigir aos postos em que estão cadastrados para receber a vacina.

CASOS

A Secretaria Municipal de Saúde por meio do Departamento de Vigilância em Saúde divulgou nesta semana, o Boletim Epidemiológico dos casos de Influenza. Os dados são dos dias 16 a 23 de abril, ou seja, referente à 16ª semana e encaminhados para Secretaria Estadual de Saúde em que emite toda semana o Boletim Epidemiológico de todos os municípios do Estado.

Segundo o boletim, na última semana foi notificado um caso e aguarda o resultado de exame laboratorial. A Saúde notificou até agora, o total de oito casos, quatro deles já foram descartados e o restante aguarda o resultado do Laboratório Central (LACEN) de Campo Grande, sendo que um desses a mulher de 30 anos, que faleceu no final da primeira quinzena deste mês, com suspeita da doença.

A equipe do Departamento Municipal de Vigilância em Saúde informa que realiza a investigação e o acompanhamento de todos os casos suspeitos.

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde recomenda a toda população que mantenha os cuidados básicos para evitar o contágio da doença, como por exemplo, lavar bem as mãos e utilização constante do álcool gel.
No ano passado não foi notificado nenhum caso. Em 2014 houve quatro suspeitas e um caso confirmado.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

Comentários