02/07/2019 08h11

Sinais sonoros e luminosos, normalmente utilizados em ocasiões de emergência, hoje ressoaram e brilharam em homenagem àqueles que dedicam a vida a salvar o próximo

Gisele Berto

Eles são admirados por adultos e crianças. É a profissão que mais se aproxima do que conhecemos como “super-heróis”. Quem nunca sonhou em descer pelo cano, vestir o uniforme e dar uma volta no carro dos bombeiros?

São os primeiros a ser chamados em casos de catástrofes naturais, terrorismo ou acidentes graves. São anjos de vermelho que, com a mesma dedicação e amor à vida, tiram pessoas do meio das ferragens de carros acidentados, socorrem afogados, apagam incêndios, buscam pessoas perdidas – e ainda tiram gatos que sobem em árvores. Porque uma vida é uma vida – e precisa ser salva, “mesmo com o risco da própria vida”, como afirma o juramento da Corporação.

E hoje, 2 de julho, comemora-se o Dia do Bombeiro Brasileiro. A escolha desta data é uma homenagem a criação do Corpo Provisório de Bombeiros da Corte, inaugurado em 2 de julho de 1856, no Rio de Janeiro, sob o comando do major João Batista de Morais Antas.

Para comemorar a data, Três Lagoas ouviu o ressoar das sirenes e viu, logo cedinho, as luzes das viaturas e do “trem de socorro” – nome oficial do Carro de Bombeiro. Foi a Alvorada Festiva, que acordou a cidade para lembrar que hoje é o Dia do Herói.

HOMENAGENS

Ontem, 1, foi realizada a entrega de homenagens aos bombeiros na sede do 5º Grupamento de Bombeiros – Quartel Senador Ramez Tebet. A cerimônia teve a presença de autoridades municipais, que entregaram placas em homenagem ap trabalho da corporação.


Viaturas amanheceram com sirenes acesas para comemorar o Dia do Bombeiro. Foto: Divulgação 5º GBM


Comentários