25.7 C
Três Lagoas
segunda-feira, 25 de outubro, 2021
InícioNotíciasDiante de um cenário de prejuízos, Abrasel MS busca reparação junto ao...

Diante de um cenário de prejuízos, Abrasel MS busca reparação junto ao Governo Estadual

Pesquisa realizada pela Abrasel apontou um alto nível de endividamento das empresas. 62% disseram ter contraído empréstimos para sobreviver durante a crise – e outros 18% afirmam haver tentado, mas receberam negativa dos bancos

A Abrasel MS – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul vem negociando com o Governo do Estado uma série de medidas para contemplar os 6.746 bares, restaurantes e estabelecimentos congêneres que vêm sofrendo com a grave crise causada pelas medidas de restrição adotadas em função da pandemia de Covid-19 e encaminhou na última quarta-feira (20) ao secretário estadual de Governo, Sérgio Murilo, um ofício reivindicando a isenção de uma série de impostos, como ICMS, IPVA pelo período de 12 (doze) meses.

O presidente da entidade, Juliano Wertheimer, lembrou que o setor é o mais afetado pela pandemia. “Bares e restaurantes tiveram queda de 85% no faturamento, e muitos não estão conseguindo honrar a folha de pagamento, estão acumulando dívidas e estão com dificuldades de acesso ao crédito.”

Pesquisa realizada pela Abrasel apontou um alto nível de endividamento das empresas. 62% disseram ter contraído empréstimos para sobreviver durante a crise – e outros 18% afirmam haver tentado, mas receberam negativa dos bancos. Quase um terço (30%) dos respondentes estima levar até dois anos para trazer as dívidas a um patamar normal ou aceitável.

Para o presidente, as reivindicações da entidade são uma forma de reparação, uma vez que as empresas e os empregos estão em risco. “Estamos demonstrando ao Governo Estadual a grave situação dos estabelecimentos, muitos estão à beira da falência e reivindicamos medidas de reparação das muitas perdas que o setor sofre”.

As reivindicações da Abrasel MS são a isenção por 12 (doze) meses do ICMS, do Regime de Substituição Tributária, das custas para obtenção do alvará expedido pela DEOPS e do IPVA dos automóveis de propriedade dos estabelecimentos.

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comentários
error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.