30/10/2015 14h34 – Atualizado em 30/10/2015 14h34

A presidente era aguardada no município para inaugurar as obras de expansão da Fibria e, por razões pessoais, precisou cancelar a viagem.

Lucas Gustavo

Não há previsão de quando Dilma Rousseff (PT) irá remarcar visita a Três Lagoas. A informação foi repassada à reportagem do Perfil News nesta sexta-feira (30) pela assessoria de imprensa do governo federal. A presidente era aguardada no município para inaugurar as obras de expansão da Fibria e, por razões pessoais, precisou cancelar a viagem. Em seu lugar, ela enviou a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu.

O Palácio do Planalto também explicou ao Perfil News que Dilma optou por suspender os compromissos de hoje pelo fato de sua mãe ter demonstrado mal estar nas primeiras horas do dia. Ele comunicou seus assessores sobre o rompimento da agenda por volta das 9h. A presidente embarcaria em Brasília e a chegada dela ao município era estimada para as 9h40.

A reportagem registrou intensa movimentação no aeroporto municipal Plínio Alarcon. Grande parte dos presentes integrava a equipe responsável pela segurança de Dilma. Moradores, jornalistas e políticos também esperavam a presidente.

Avião da Força Aérea Brasileira trouxe a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu. Ela representou Dilma em Três Lagoas. (Foto: Tamires Tatye).

Moradores esperavam ansiosos a chegada de Dilma no saguão do Aeroporto Plínio Alarcon. (Foto: Tamires Tatye).

Concentração de moradores também foi grande do lado de fora do aeroporto. (Foto: Tamires Tatye).

Ministra Kátia Abreu substituiu Dilma no lançamento da pedra fundamental das obras da Fibria. (Foto: Ricardo Ojeda).

Comentários