22/04/2013 16h13 – Atualizado em 22/04/2013 16h13

Renúncia de cadeira na Assembléia Legislativa acontece amanhã

Diplomação do parlamentar e do vice Fredson Freitas da Costa aconteceu na manhã desta segunda-feira

Ricardo Mendes

O ex-deputado estadual Diogo Robalinho de Queiroz, conhecido como Tita do PPS e Fredson Freitas da Costa (PSDB) foram diplomados na manhã desta segunda-feira (22), às 9h, como prefeito e vice-prefeito, respectivamente, na cidade de Paranaíba.

A cerimônia foi no cartório eleitoral com a participação dos os vereadores Paulo Borges Beviláqua da Silva, presidente da Casa de Leis e prefeito interino, Heliomar, José Souto Silva (Zé Carioca – PSDB), e Marcos Antônio Pereira Magalhães (PSDB).

Novo administrador de Paranaíba, Diogo Tita, explicou que optou pelo silêncio nos últimos seis meses e disse que mantinha sempre a crença na justiça.

“Perdemos a eleição, mas uma eleição cheia de vícios. Acreditamos na justiça e sabíamos que isso iria acontecer. Peço a Deus que ilumine nossa administração. Hoje assumo com muito menos vaidade e mais humildade e experiência, pedimos à população e à imprensa paciência nos próximos 100 dias. Queremos ser bem avaliados ao fim de nossa administração”, finalizou.

Vice-prefeito, Fredson também garantir ter a mesma responsabilidade pela cidade que Tita. “Recebemos uma responsabilidade grande de fazer com que Paranaíba saia do ostracismo e passe a desenvolver e ter progresso. É nosso o objetivo e é o que faremos junto às classes empresarial, estudantil, rural.”, afirmou.

Tita retorna para a Capital ainda hoje e nesta terça-feira (23) deve fazer sua renúncia para ser empossado na próxima quarta-feira (24).

OUTRAS DENÚNCIAS

O MPE (Ministério Público Estadual) já havia pedido o afastamento do prefeito José Garcia de Freitas, e de dez secretários municipais. O MPE sustentava que a cúpula municipal poderia prejudicar investigação de improbidade administrativa. No passado, operação policial apontou suposto esquema de notas frias na prefeitura.

Além do prefeito, o MPE pedia o afastamento dos secretários Deoclésio Pereira de Souza Júnior, Bruno Ferreira Leal, Jamil Balduino Machado, Renata Cristina Rios Silva Malheiros, Leonardo Aparecido da Silva Souza, Antônio Leonardo de Paula Leão, Claudio Rogerio Machado, Álvaro Roberto Zinezi, Ione Francisco de Souza e Fábio Henrique Leal Rodrigues.

UMA ADMINISTRAÇÃO POLÊMICA

José Garcia de Freitas (Zé Braquiara) nasceu no dia 18 de junho de 1965, em Paranaíba, e foi criado em fazendas da região. Já atuou na área rural, venda de gado e hoje tem uma empresa que realiza leilões de gado.

Em entrevistas e no site oficial da prefeitura Zé Braquiara definia como suas principais preocupações e metas ações na saúde, educação, geração de emprego, segurança, assistência social e respeito ao servidor público.

Zé Braquiara já vinha sendo investigado pelo Ministério Público Estadual por possível fraude no procedimento licitatório para fornecimento de combustíveis, onde teriam, em tese, concorrido o prefeito, a Pregoeria e o Auto Posto girassol.

Além de outro processo por doação irregular de terrenos no município.

Diogo Tita e Fredson Freitas da Costa foram diplomados na manhã desta segunda-feira (Foto: Camila Helen)

Comentários