10/06/2015 16h14 – Atualizado em 10/06/2015 16h14

A pedido do vereador Adão Alves, o diretor da Escola Estadual Bom Jesus, José Bento de Arruda ocupou a tribuna, na sessão de ontem (09)

Assessoria

Na apresentação do diretor da Escola Estadual Bom Jesus, José Bento de Arruda, expôs um projeto de educação básica juntamente com a profissionalizante, na unidade de ensino, provavelmente, a partir de 2016. De acordo com José Bento, a ideia surgiu após conversas com a comunidade escolar e por conta do abandono da escola, por muitos estudantes. Ele divulgou, inclusive, que 60% dos alunos matriculados no ensino médio, atualmente, não conclui os estudos.

Por conta desta realidade e também da proximidade com a unidade do SENAI (é vizinha da escola) surgiram, em 2014, as primeiras conversas de um ensino profissionalizante, via um curriculum único e diferenciando. Com intermédio do vereador Adão e do deputado estadual Eduardo Rocha, o diretor apresentou a ideia para o governo do estado, através da secretária estadual de educação, que sinalizou positivamente.

Atualmente, a direção, professores e profissionais do SENAI trabalham na elaboração do projeto, “colocar no papel”, para que de fato, a proposta passe a valer no próximo ano. O objetivo é que os alunos fiquem das 7h às 17h, em atividades e aprendizagem, tanto na escola quanto no SENAI, que conta com laboratórios e profissionais capacitados.

“Estamos pensando até em fazer um portão, que a criança sai da escola e já entre no SENAI, sem precisar, sair na rua”, brincou o diretor. Ele acrescentou que o grande desafio hoje é buscar mais parceiros, pois o projeto não está concluído. Nesta semana, os professores da escola e a equipe técnica do SENAI farão uma reunião para colocar o projeto, de fato, no papel.

A nova modalidade de ensino será um diferencial, na educação do estado, algo inédito numa escola do estado de Mato Grosso do Sul.
Após a explanação do diretor, todos os vereadores parabenizaram pela iniciativa e se colocaram a disposição para ajudar no que for necessário.

(*) Câmara Municipal de Três Lagoas

A nova modalidade de ensino será um diferencial, na educação do estado, algo inédito numa escola do estado de Mato Grosso do Sul., afirmou o diretor. (Foto: Assessoria)

Comentários