08/05/2018 09h07

O projeto visa fomentar o cultivo do feijão na região e ampliar a produção da agricultura familiar

Redação

A diretoria de agronegócio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA) iniciou nesta segunda-feira (07), o plantio em caráter experimental de quatro tipos de feijão em área preparada no Viveiro Municipal de Mudas.

Serão plantadas sementes dos feijões alvorada, pérola e tangará (da família do carioquinha) e serrano “feijão preto”. O projeto é fruto da parceria com a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), que forneceu os grãos e orientações sobre plantio, cultivo e produção.

De acordo com Manoel Latta, engenheiro agrônomo da SEMEA, o objetivo é experimentar um novo tipo de produto, observar a potencialidade de produção e, posteriormente, impulsionar seu consumo e comercialização.

O coordenador de gestão de políticas públicas da pasta, Célio Lopes de Barros, diz que nesta primeira fase, o plantio é especialmente para a multiplicação das sementes que, em breve, serão doadas a alguns produtores rurais inseridos no programa da agricultura familiar.

“A doação desses tipos de feijão vai passar por um critério de escolha e aptidão. Além de doar a semente, a nossa diretoria vai prestar apoio técnico ao produtor que se enquadrar nas exigências do programa. Vamos avaliar as condições da propriedade, disposição e interesse do proprietário e se, vai cultivar para comercializar e expandir o produto”, explicou Célio.

No ano passado, a Secretaria já havia feito experiência com 10 variedades de feijão, porém, apenas esses quatro apresentaram bom resultado, considerando o clima local.

(*) Assessoria de Comunicação

No ano passado, a Secretaria já havia feito experiência com 10 variedades de feijão, porém, apenas esses quatro apresentaram bom resultado, considerando o clima local (Foto/Assessoria)

Comentários