O discurso do desembargador Carlos Eduardo Contar, (veja vídeo) proferido durante sua posse na presidência do Tribunal de Justiça do Estado, ultrapassou as divisas do Estado, ganhando as páginas das redes sociais pelo país

(*) Ricardo Ojeda

ATÉ BOLSONARO

Até o presidente Jair Bolsonaro fez uso do vídeo, publicando em suas páginas, dando ainda mais destaque à fala do desembargador Contar, que não economizou críticas ao disparar sua metralhadora.

MÍDIA FUNESTA

Indignado com a atual conjuntura, o magistrado criticou a cobertura das mídias, classificando-as como palhaçada midiática fúnebre. “Deixemos de viver conduzidos como rebanho para o matadouro daqueles que veneram a morte, que propagandeiam o quanto pior melhor”.

PICARETA DA OCASIÃO

Contar não poupou nem o Mandetta, ex-ministro da Saúde; “Desprezemos o irresponsável, o covarde e picareta de ocasião, que afirma ‘fique em casa’, não procure socorro médico com sintomas leves. Não sobrecarreguem o sistema de saúde”, disse.

VOZ SENSATA

Enfim, finalmente uma voz sensata no comando do judiciário de Mato Grosso do Sul. Oxalá que o exemplo do desembargador Contar tenha mais seguidores. A sociedade de bem agradece!  

Confira o discurso na íntegra acessando no arquivo abaixo:

ELOGIOS

Outro exemplo de voz sensata foi protagonizado pelo caminhoneiro Jair Matoso, que gravou um vídeo aconselhando seus colegas de estrada para não aderirem à greve da categoria prevista para o próximo mês. Até o empresário Luciano Hang, dono da Havan, elogiou a atitude do profissional, inclusive publicando o vídeo dele em sua página nas redes sociais.

MOMENTO CRUCIAL

Segundo o profissional da estrada, os sindicatos e movimentos da esquerda estão organizando o movimento grevista, que se acontecer pode parar o Brasil em um momento tão crucial para a economia e para a saúde da população. Uma paralisação agora é tudo que não pode acontecer, alega o caminhoneiro.

SÓ NÃO TRABALHA QUEM NÃO QUER

Em vídeo publicado ao lado desse box, ele relata ainda que mesmo com a pandemia e a paralisação de várias atividades no ano passado foi uma época muito boa para a categoria. Ele reiterou ainda que só não está trabalhando quem não quer ou quem é ruim de serviço.  

O BRASIL PRECISA DE NÓS!

Ele diz que o Brasil está passando por uma crise avassaladora, sem precedente e o país precisa de nós, reiterou o profissional do volante.

POVO AGLOMERADO

O povo ainda não se deu conta que a tal da covid é coisa séria. As ocorrências de aglomerações continuam sendo registradas pelas autoridades policiais e sanitárias. Nesse final de semana vários flagrantes foram registrados, principalmente em Três Lagoas, Campo Grande, além de vários outros municípios.

NA TORCIDA

O empresário Fernando Jurado, presidente da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas, está na torcida para a vitória da senadora Simone Tebet à presidência do Senado Federal. Ele á da opinião que a população de MS deve ser bairrista, torcer pela vitória de Tebet.

REPRESENTATIVIDADE POLÍTICA

Segundo ele, se Simone assumir o comando da Mesa Diretora, o estado terá muita representatividade política no cenário nacional. Além disso, Três Lagoas sairá no lucro, principalmente na questão da fábrica de fertilizantes nitrogenados, a UFN3. A senadora terá força para acelerar as negociações do empreendimento.     

BOOM ECONÔMICO

Com o retorno das obras do empreendimento, serão investidos mais de R$ 5 bilhões, podendo gerar aproximadamente 5 mil empregos diretos. Além disso, a movimentação de alojamentos, restaurantes, hotéis, postos de combustíveis, supermercados, trará um novo “boom econômico” para a cidade.

TORCIDA CONTRA

Então só nos resta torcer para consolidar a vitória de Simone Tebet à presidência do Congresso Nacional. Os que estão contra é porque torcem contra a cidade.

A CONTA NÃO FECHA AINDA

De acordo com o portal UOL, a senadora três-lagoense tem hoje o apoio de 34 senadores, enquanto o seu opositor mineiro, Rodrigo Pacheco (DEM), está com 45 votos. A diferença é de 11 votos. Para vencer a disputa, Tebet precisa conquistar apoio de 12 senadores.

CORRENDO POR FORA

Os senadores Major Olímpio (PSL-SP) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO) também disputam a eleição. Porém Kajuru disse que só está disputando apenas para ter o direito de usar a tribuna por 30 minutos. Após discursar, ele disse que retira a candidatura para apoiar Simone.

TOMARA

Provavelmente o senador Major Olímpio deverá fazer o mesmo procedimento: usar a tribuna, dar o seu recado e em seguida retirar a candidatura para votar em Simone.

NOVE VOTOS

Se realmente isso acontecer, a senadora precisa ainda de 9 votos para garantir sua vitória e fazer história como primeira mulher a comandar a Mesa Diretora do Senado Federal. Para isso ela tem ainda pouco mais de cinco dias para gastar muita saliva em busca dos votos. A eleição acontece na primeira semana de fevereiro.   

Comentários