13/10/2019 11h32

Uma das vítimas era conhecido como Cacau, amigos e familiares lamentam o acontecido nas redes sociais

Thais Dias

O Corpo de Bombeiros atendeu duas ocorrências de afogamento em Três Lagoas. O primeiro foi registrado no início da tarde de ontem,12, na região da Cascalheira.

De acordo com informações a vítima era um homem de aproximadamente 48 anos, identificado por Ademir Alves da Silva. Segundo consta no relatório da ocorrência, ele estava pescando quando caiu na água vindo a afogar. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local e conseguiram resgatar o corpo da vítima.

A segunda ocorrência foi registrada no final da tarde, quando o empresário, Antonio Carlos Alástico, conhecido como Cacau, juntamente com a esposa Érica e uma filha estavam em um barco no Rio Sucuriú.

Conforme informações obtidas pela equipe de resgate, eles estavam fazendo a travessia do Rio, quando há 100 metros próximo ao local conhecido popularmente de Goiabeira, o chapéu (ou boné) que um deles estaria usando caiu na água.

Cacau teria tentado apanhar o chapéu quando teria tropeçado e caído na água. O barco se movimentou, distanciando do local, enquanto a vítima, segundo relatos de integrantes do grupo de Whats App, gritava por socorro. O barco se aproximou do local, porém o corpo de Cacau já havia desaparecido na água.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e chegaram rapidamente ao local, porém após várias incursões pelo Rio não conseguiram localizar o corpo.

O empresário Antonio Carlos Alástico era muito conhecido em Três Lagoas, além de ser uma pessoa muito querida na cidade. Há mais de 20 anos ele atuava no ramo de açougue no Mercadão, onde a noite servia espetinhos.

O tenente Cândido, do Corpo de Bombeiros informou a pouco que as equipes cessaram as buscas e voltará nss primeiras horas da manhã de domingo.

Foto; Assessoria

Comentários