09/06/2015 09h05 – Atualizado em 09/06/2015 09h05

Principal líder do PMDB em Mato Grosso do Sul, André Puccinelli nunca teve tanta dificuldade como agora para reorganizar o partido, tanto em Campo Grande quanto em Dourados, segundo maior colégio eleitoral do Estado. Já que ele mesmo não deseja mais disputar a prefeitura da Capital, está sem uma forte opção no momento.

Isso porque a bola da vez do partido, o deputado estadual Marquinhos Trad, não acredita mais nas promessas do ex-governador e ensaia concorrer por outra legenda.

SIAMÊS

Para piorar de vez a situação, André Puccinelli deve ter perdido um forte aliado nesse novo desafio peemedebista, que é voltar a comandar a prefeitura da Capital. Dizem que o ex-deputado estadual Londres Machado (PR) teria feito um pacto com o governador Reinaldo Azambuja visando às eleições municipais do ano que vem.

A ideia do cardeal republicano e do líder tucano é que PR e PSDB caminhem juntos onde for possível daqui pra frente de modo que o melhor colocado encabeça a chapa e o segundo indica o vice. Confronto só se não der mesmo.

EMPACADA

Os deputados que integram a CPI da Enersul/Energisa continuam em compasso de espera sobre decisão do Tribunal de Justiça em liberar as investigações na atual empresa de energia do Estado. Dispostos a investigar um rombo estimado em R$ 700 milhões da antiga Enersul, eles não vão medir esforços para mudar a posição do Poder Judiciário e reiniciar o processo investigativo.

Quem aguarda com mais ansiedade é o povo que pagou por essa fatura. É essa, pelo menos, a suspeita da comissão.

CABO DE GUERRA

A queda de braço travada entre oposição e situação na Câmara de Vereadores da Capital, cujo objeto em discussão é a instalação de Comissão Processante, tem grande desvantagem para os oposicionistas ao prefeito Gilmar Olarte (PP). Diferentemente da primeira, que cassou o mandato de Alcides Bernal (PP), agora a situação se inverteu e, dificilmente, os parlamentares vão tomar a mesma decisão de antes.

O desgaste de suas imagens perante a opinião pública é o que conta neste momento.

HOMENAGEM

O deputado estadual Paulo Corrêa (PR) foi designado para coordenar os eventos comemorativos aos 180 anos da instalação do Parlamento Estadual de Mato Grosso. A festa tem objetivo de resgatar e fortalecer os laços entre os parlamentos que já foram unificados até 1977.

A comemoração acontece no dia 12 de agosto e a programação inclui diversas apresentações culturais e uma homenagem ao poeta Manoel de Barros.

Comentários