08/08/2017 08h34

Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) serão utilizados a partir do ano que vem

Redação

A prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), vai utilizar, a
partir do próximo ano, Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs), popularmente conhecidos como
drones, no combate ao Aedes aegypti.

O emprego do aparelho como mais uma ferramenta contra o mosquito causador da dengue, zika e
chikungunya, foi anunciado nesta segunda-feira (7) pelo secretário de Saúde Marcelo Vilela,
durante evento em alusão ao Dia Municipal de Combate a Dengue, realizado na Praça Ary
Coelho.

Conforme o secretário, o aparelho, que já é utilizado com esta finalidade em outras capitais do
país, como Belo Horizonte e Goiânia, por exemplo, será um aliado importante no combate ao
Aedes. A Sesau conta com dois aparelhos (drones) que foram doados ao Município pela Receita
Federal e cedidos à Agência Municipal de Tecnologia (Agetec) para utilização na pasta.
“Essa é uma ferramenta muito importante para que nós possamos identificar focos do mosquito
onde o agente não consegue ter acesso, por exemplo. O objetivo é sobrevoar áreas fechadas,
como lotes vagos murados e casas sem moradores e abandonadas. Com as imagens, nós
podemos agir de forma mais pontual e evitar a propagação das doenças causadas pelo mosquito”,
diz.

O secretário ressalta que os aparelhos, que hoje estão sob tutela da Sesau, também devem ser
empregados nos mais variados serviços.
“O combate ao mosquito é uma das possibilidades de utilização que nós temos com esse
aparelho. Nós podemos até fazer a verificação aérea de obras e unidades de saúde com imagens
de alta resolução”, reforça.

Dia Municipal de Combate a Dengue – Durante toda a manhã, os agentes de combate a
endemias e de saúde fizeram blitze na região central da Capital e no quadrilátero da Praça Ary
Coelho, com distribuição de panfletos e folders, demonstração de faixas a fim de conscientizar a
população sobre a importância da prevenção.

Também foram feitas apresentações de grupos de teatro e exposição dos veículos oficias que
trabalham diretamente no combate ao mosquito, além de stand com exposição de maquetes (casa
limpa e suja).

(*) Diário Digital

(Foto: Divulgação/Prefeitura da Capital)

Comentários