27/03/2019 09h47

Dupla tenta matar homem, que se refugia em hotel para se salvar

Apesar disso, ele foi ferido à faca e está internado no Auxiliadora. O homem estava sem documentos e o hospital está à procura de familiares, já que o estado dele é gravíssimo

Gisele Berto

“Você roubou a minha mãe, seu desgraçado. Agora você vai morrer”. Essas foram as palavras ouvidas por uma testemunha que, enquanto caminhava pela rua Bruno Garcia sentido Lagoa Maior, viu uma bicicleta com duas pessoas alcançando um homem, que estava a pé.

A dupla começou a agredir o homem com socos e pontapés. O homem conseguiu se refugiar em um hotel e se esconder. A testemunha ainda afirmou à polícia que os agressores voltaram, procurando pelo homem, mas não o viram no Hotel.

Então, passaram pela testemunha e, novamente, confirmaram a motivação da agressão: “Ele roubou minha mãe e agora nós vamos matar ele”. Como não acharam o homem, foram embora, sentido Lagoa.

O homem, no entanto, estava ferido com gravidade. Ele tinha um ferimento causado por arma branca,no peito, na região do pulmão e coração. Uma equipe do Samu fez o primeiro atendimento e encaminhou a vítima ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora.

PROCURA PELA FAMÍLIA

O agredido deu entrada no Hospital sem documentos. Até o momento, segundo informações do Hospital, ele não foi identificado.

O Nossa Senhora Auxiliadora divulgou um comunicado, buscando parentes da vítima. O homem está com dreno de tórax e seu estado de saúde é gravíssimo.

“Pedimos a ajuda para identificar o paciente com as características: cabelos rasos preto, olhos castanhos escuros, cor de pele morena, aparentemente de 35 a 40 anos, tatuagem no braço esquerdo, aparentemente 1,70m e 75 kg”, diz o comunicado do Hospital. A foto do homem não foi divulgada.

Mais informações podem ser obtidas no telefone 2105-3505, Assistência Social do Hospital falar com Claudilene, Raul ou Priscila.

Comentários