Desde o final do ano passado, quando começou o período de defeso dos peixes, a Polícia Militar Ambiental (PMA), deflagrou a ‘Operação Piracema’, que consiste em intensas fiscalizações em todos os rios que cortam o território de Mato Grosso do Sul.

Conforme a PMA, uma das maiores preocupações na prevenção à pesca predatória, especialmente no período de piracema, é primariamente evitar que pessoas pratiquem a pesca ilegal, ou que armem petrechos ilegais.

Com o intuito de combater esses crimes, policiais militares ambientais tem realizado operações noturnas.

Em Três Lagoas, durante fiscalização fluvial no rio Sucuriú, entre o balneário público e a foz do córrego Periquito, desde o início da noite desta segunda-feira (26) e adentrando a manhã desta terça-feira (27), policiais apreenderam uma rede de pesca, medindo 170 metros.

O petrecho ilegal estava armado no rio, na região próxima ao córrego Campo Triste. Os proprietários dos materiais não foram localizados. Alguns peixes que estavam presos ao material foram soltos no rio.

O material foi apreendido e encaminhado à sede da Polícia Militar Ambiental da cidade.

A Operação prossegue até o dia 28 de fevereiro de 2021 em todos os rios federais e estaduais.

Comentários