02/04/2015 10h42 – Atualizado em 02/04/2015 10h42

Empatado em seis pontos com o San Lorenzo, São Paulo jogará clássico na rodada final contra o Corinthians pressionado por resultado

Da redação

A rodada de quarta-feira, com a derrota do São Paulo diante do San Lorenzo e a vitória do Corinthians contra o Danubio , criou uma carga inevitável para o clássico final da fase de grupos da Copa Libertadores : aconteça o que acontecer na próxima rodada, o Majestoso do dia 22 de abril será de vida ou morte para o time tricolor.
No melhor quadro, com vitória dos dois brasileiros na rodada dos dias 15 e 16/4, o São Paulo jogará por um empate no Morumbi para garantir a vaga. Em caso de derrota no clássico, combinada com vitória do San Lorenzo contra o Danubio, a definição iria para o saldo de gols. Hoje, a vantagem são-paulina sobre os argentinos é de dois gols.

No pior quadro imaginado, com vitória do San Lorenzo na Arena Corinthians e derrota são-paulina contra o Danubio, até mesmo uma vitória sobre o rival pode significar uma eliminação. Neste caso, o São Paulo precisaria torcer na última rodada também por um triunfo uruguaio contra os argentinos.

Para o Corinthians, apesar da liderança consolidada, a classificação ainda não está 100% garantida. Por isso, caso perca para o San Lorenzo na próxima rodada e o São Paulo vença, o Majestoso também ganhará uma carga eliminatória para o time alvinegro. Por isso, é inverossímil imaginar que o Corinthians tire o pé contra os argentinos para prejudicar o rival. A favor dos corintianos está o saldo de gols de oito positivo, o que lhe tira a vaga apenas em um desastre.

Este caráter de jogo de vida ou morte para o São Paulo em um clássico leva muitas preocupações ao treinador Muricy Ramalho. O time ainda não venceu nenhum rival neste ano, e contra o Corinthians já soma duas derrotas. No Morumbi, a última vitória sobre os corintianos ocorreu no longínquo 2007 .

“O São Paulo vai depender de um resultado contra o Corinthians”, disse o goleiro Rogério Ceni depois do jogo, imaginando nisto um possível problema. “Os dois times (São Paulo e San Lorenzo) jogam a próxima rodada fora de casa. A diferença é que nós definimos contra um rival tradicional na sequência”, disse.

(*) UOL Esportes

Torcida do São Paulo comparece ao estádio Nuevo Gasômetro; pressão para as últimas rodadas. (Foto: Divulgação)

Comentários