Profissionais dão dicas para não deixar a peteca cair durante os tempos difíceis de desemprego; veja dicas para não ficar de fora das vagas atuais e das próximas: “temos várias posições que logo serão abertas”, diz especialista

Quando o desemprego bate à porta, a primeira sensação é a de desespero – afinal, as contas não param de chegar.

Algumas pessoas podem encarar o período como “férias forçadas” – e acabam dormindo até tarde e até mesmo ficando de pijamas em casa. Mas isso não vai resolver o problema e, depois de algum tempo, a preocupação bate forte: e agora?

Para tentar ajudar as pessoas que estão tentando se recolocar no mercado de trabalho, o Perfil News conversou com especialistas em RH, que deram dicas para não deixar a peteca cair e se manter ativo mesmo durante o duro período do desemprego.

“É só uma fase”

Passar pelo desemprego não é uma situação confortável, mas, segundo a Superintendente de Recrutamento e Seleção da da Luandre RH, Gabriela Mative, é preciso ter em mente que, acima de tudo, é apenas uma fase, e que atitudes simples podem sim aumentar as nossas chances de recolocação.

Gabriela preparou uma série de dicas que podem ser a diferença entre conquistar ou não uma vaga (veja ao final desta matéria). Mas o principal, segundo ela, é “não desistir”. “A busca por recolocação deve ser uma tarefa diária e persistente. Controle a frustração e siga com um objetivo em mente, isso será fundamental para que conquiste a tão sonhada recolocação”, afirmou.

A especialista em atração e seleção da Eldorado Brasil, Ana Carolina Tessarini de Carvalho, concorda com a colega. “O responsável por sua carreira é você”, disse.

Mesmo antes da pandemia a Eldorado já investia em um modelo de contratação focado no virtual. Por isso, uma dica passada por Ana Carolina, é para que a pessoa não se aliene e não fique fora da internet: “Mantenha-se conectado, mesmo a distância”, disse.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-01-10-at-10.43.12.jpeg
Ana Carolina, da Eldorado: “O responsável por sua carreira é você”. Foto: Divulgação

Virtualmente presente

Para exemplificar, Ana Carolina afirma que todas as vagas da empresa estão no site e que os currículos lá postados são a principal maneira de contratação da empresa.

Desde antes da pandemia, a Eldorado já privilegiava um modelo quase inteiramente virtual de contratação – até mesmo para profissões onde as pessoas, normalmente, não têm afinidade com tecnologia.

É o caso de vagas de ajudantes florestais, cargos vitais para a companhia e cujo processo de contratação foi altamente digital.

Agora a empresa enfrenta um novo desafio: a contratação de motoristas tritrem, em um processo basicamente online. “Temos 80 vagas e continuamos procurando profissionais”, conta.


Confira aqui as vagas disponíveis hoje no site da Eldorado


O processo para contratação de motoristas é, em boa parte, digital. A primeira etapa é o perfil, que é analisado de acordo com o currículo cadastrado no site da Eldorado. Depois, é realizada mais uma parte, também virtual: a primeira entrevista.

Quem passa por essa etapa é chamada para a única parte presencial do processo: a segunda entrevista e teste prático. Depois, até a entrega dos documentos é virtual.

“Fizemos do jeito mais simples possível. Mantivemos canais abertos, tanto na internet quanto por telefone, para auxiliar nas inscrições”, disse.

Com a eficiência mostrada pelo processo digital, a empresa não pensa em retroceder. “Nem sempre encontramos em uma pessoa tudo o que o cargo pede mas, o mais importante é o profissional ter o que chamamos de ‘fit cultural’, ou seja, ser aderente à cultura da empresa, é importante que a pessoa se encaixe nos nossos valores”, disse.

Perrengues da pandemia

Para Ana Carolina, as entrevistas em ambiente virtual costumam ser mais confortáveis aos candidatos do que os encontros presenciais, em espaços estranhos e, por vezes, intimidadores para quem está buscando emprego. “Pela internet a pessoa procura em casa um lugar calmo, tranquilo, onde ela esteja segura”, diz.

Laptop, Café, Braço, Área De Trabalho, Notebook
Foto ilustrativa/Pixabay

No entanto, com a pandemia, aconteceram alguns “perrengues” em entrevistas virtuais: uma vez o filho de candidata começou a jogar o travesseiro na mãe, que havia se candidatado a uma vaga de analista. “Ela ficou desconfortável, explicou que a criança estava ansiosa por não estar indo à escola, que é separada do marido, o filho também estava ansioso por não ver o pai, e nós entendemos, é uma coisa normal, especialmente nesse período”. A candidata foi aprovada à vaga.

Também já aconteceu de candidata que precisou pedir licença para amamentar o filho, que começou a chorar. “As organizações e pessoas aprendem a respeitar a individualidade de cada um. E isso tende a ser mais intenso. Precisamos pensar fora da caixa – e todo mundo vai ser cobrado quanto a isso”, alerta.

Contratações não pararam – e vêm mais por aí

Ana Carolina afirma que, desde março, no início da pandemia, a Eldorado congelou as contratações apenas no primeiro mês. Depois, as contratações foram sendo retomadas. Hoje a empresa admite uma média de 100 pessoas novas por mês.

“É essencial que as pessoas entendam que não paramos de contratar. E tem várias outras vagas que já estão aprovadas e logo entrarão no site. Tem o projeto de biomassa, do porto, a indústria, a transportadora. E nós vamos buscar profissionais no nosso cadastro no site. Por isso pedimos: mesmo que você não encontre no site uma vaga compatível com a sua experiência, se inscreva”, alerta.

Iniciativas e dicas para quem procura uma oportunidade

  • Reflita sobre sua expectativa profissional e o tipo de vaga que está buscando. Foco neste momento ajuda muito a direcionar o esforço para o lado certo;
  • Revise seu currículo e coloque os seus pontos fortes em destaque. Mostre e ressalte suas características profissionais que podem diferenciá-lo dos demais candidatos;
  • Ative sua rede de contatos, seja através de redes sociais profissionais, como o Linkedin ou outras como instagram e facebook, deixando clara sua busca por recolocação;
  • Invista em formação, aproveitando o momento para fazer cursos, acompanhar palestras, workshops entre outras atividades que colaborem com a sua formação. Vale lembrar que hoje temos muitos cursos e conteúdos gratuitos. Pesquise e vá em frente.
  • Caso consiga avançar para uma entrevista, prepare-se para este momento. Revisite suas experiências anteriores, reflita sobre seus pontos fortes e a melhorar, e sempre seja honesto com o entrevistador, nunca minta no momento da entrevista;
  • Passe a considerar algumas alternativas, como o trabalho temporário. Apesar de ser algo por tempo determinado é uma grande oportunidade de mostrar o seu trabalho na prática, podendo ser efetivado ao final do contrato.

Como se preparar e dicas de comportamento em um processo seletivo

  • Dentre as etapas de um processo seletivo, aquela que muitas vezes é determinante é a entrevista. Neste momento, o recrutador quer entender mais sobre o seu perfil profissional e essa percepção virá da forma como você se apresentará. Por isso, algumas dicas são fundamentais para este momento decisivo:
  • Prepare-se para a entrevista! Pesquise sobre a empresa, setor ou segmento em que ela atua e visite seu site e redes sociais, entenda o Fit cultural e posicionamento de mercado. Essas informações te ajudarão a enxergar os pontos positivos de trabalhar nessa empresa.
  • Mantenha-se informado sobre assuntos da atualidade, isso demonstrará um perfil interessado e que, apesar de estar fora do mercado, você continua se atualizando.
  • Não se atrase! Em uma entrevista por vídeo ou presencial, ser pontual é sempre um ponto positivo para qualquer candidato.
  • Se a entrevista for por vídeo, prepare o ambiente a seu favor. Escolha um lugar tranquilo, bem iluminado, e por mais esteja em casa, vista-se e apresente-se como se a entrevista fosse presencial.
  • Além de saber o que dizer neste momento, saiba também o que não dizer. Reclamar de experiências anteriores, líderes ou atividades exercidas, dependendo do contexto, poder ser mal interpretado pelo recrutador.
  • Seja honesto, acima de tudo. Muitas pessoas acreditam que mentir ou omitir informações em entrevista lhe darão uma vantagem. Porém, no dia a dia do trabalho essas mentiram ficarão evidentes. Por isso, seja sempre transparente sobre suas habilidades e perfil profissional.
  • Por fim, valorize o momento e a oportunidade. Encare essa nova fase com gratidão e seriedade, concentre-se em mostrar quem você é, e o quanto você pode fazer a diferença trilhando seu crescimento junto com o da empresa!
Comentários