28/02/2018 07h39

Colheita chega a 40% da área plantada no Estado

Redação

Problemas com a safra argentina e alta do dólar impulsionaram em até 8% os preços da soja em Mato Grosso do Sul neste mês. O valor da saca de 60 quilos já chega a R$ 64,44.

A cultura que tem praticamente 40% de sua área colhida deverá ter produção de 8,7 milhões de toneladas neste ano agrícola. De acordo com o economista da Famasul, Luis Gama, a Argentina está tendo sérios problemas com a safra de soja, com clima seco e quente, por isso a valorização do grão brasileiro.

“Isso deve gerar impacto na produção de quebra e repercutir no mercado mundial futuro da soja. Ontem todos os contratos na Bolsa de Chicago estavam acima de US$ 10 dólares o bushel”, enfatizou.

Outro ponto salientado pelo economista é a alta do dólar. “A moeda americana teve valorização e ontem chegou a R$ 3,25 o que impulsiona a comercialização”, destacou.

Segundo ele, a safra de soja em MS já está 37% comercializada, índice superior ao mesmo período do ano passado quando a venda antecipada girava em torno de 36,5%.

Correio do Estado

Produtores aproveitam “estiada” no clima para poder retirar grãos das lavouras. (Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado)

Comentários