A coalizão também participa da COP (Conferência das Partes), órgão decisório da Organização das Nações Unidas — ONU sobre mudanças climáticas

Em linha com o seu valor da sustentabilidade, a Eldorado Brasil Celulose se tornou signatária da Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura. O movimento multissetorial é o mais importante do país quanto ao desenvolvimento sustentável no agronegócio. A coalizão tem mais de 200 empresas e entidades membros.

Reconhecida por seus processos sustentáveis, a entrada da Eldorado Brasil na Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura vem para coroar o investimento da companhia em ter uma cadeia produtiva sustentável. A empresa tem as mais importantes certificações nacionais e internacionais da indústria florestal. Por ano, os mais de 200 mil hectares de florestas plantadas da companhia removem cerca de 3 milhões de toneladas de dióxido de carbono da atmosfera — o equivalente às emissões de quase 500 mil voltas ao redor da terra com um carro movido a gasolina comum.

ALIANÇA DE COOPERAÇÃO

Fundada em 2015, a Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura promove o diálogo com o governo brasileiro e alianças de cooperação internacional, com o objetivo de defender políticas e incentivos à economia de baixo carbono, por meio da redução de emissões de gases do efeito estufa.

A coalizão também participa da COP (Conferência das Partes), órgão decisório da Organização das Nações Unidas — ONU sobre mudanças climáticas. Com isso, a Eldorado Brasil poderá levantar debates e sugerir soluções que ajudem o país a cumprir metas estabelecidas no Acordo de Paris — as chamadas NDCs (Contribuições Nacionalmente Determinadas). O acordo foi aprovado durante a COP21, em 2015. As reuniões da COP acontecem a cada dois anos.

“A adesão à coalizão nos insere em um grupo com voz ativa para as questões ambientais, com agentes do agronegócio, do meio acadêmico, organizações civis e associações setoriais de expressão. Juntos, podemos contribuir muito sobre o uso sustentável da terra no país, apoiando de maneira efetiva o esforço global de enfrentamento às mudanças climáticas”, explica Fábio de Paula, gerente de Sustentabilidade da Eldorado Brasil.

(*) Assessoria – CDN

Comentários