14/06/2017 10h19

Eldorado estabelece novo marco de produção para indústria global de celulose

Nos cinco primeiros meses de 2017, o volume de produção de celulose da Eldorado foi de 730 mil toneladas, volume 12% maior do que no mesmo período em 2016

Assessoria

A Eldorado Brasil segue com forte ritmo de produção em sua unidade em Três Lagoas (MS). A empresa alcançou um novo patamar para a indústria global, com a produção de 156.384 toneladas de celulose em maio e uma média diária de 5.045 toneladas de celulose.

Adicionalmente, houve recorde na geração de energia elétrica, produzida por biomassa proveniente do processo produtivo, de 122 mil MW e de venda para o sistema elétrico nacional de 21 mil MW no mês, com média de 28,6 MWh.

Nos cinco primeiros meses de 2017, o volume de produção de celulose da Eldorado foi de 730 mil toneladas, volume 12% maior do que no mesmo período em 2016. Já o volume total de energia gerada de janeiro a maio de 2017 foi de 572 mil MW, 4% superior a igual período do ano anterior. As vendas de energia para o sistema elétrico nacional totalizaram o volume de 96 mil MW, resultado 46% superior aos cinco primeiros meses de 2016.

“A alta performance das operações e a gestão com foco na competitividade são os diferenciais que colocam a Eldorado em posição de destaque no mercado global de celulose”, afirma o presidente da Eldorado Brasil, José Carlos Grubisich.

Sobre a Eldorado

A Eldorado Brasil é uma empresa 100% nacional, controlada pelo Grupo J&F, com presença no mercado global de celulose branqueada de eucalipto – matéria-prima proveniente de florestas certificadas no Mato Grosso do Sul. Com um faturamento de R$ 3,4 bilhões em 2016, a empresa conta com uma unidade industrial altamente tecnológica em Três Lagoas (MS) com capacidade de produção anual de até 1,7 milhão de toneladas de celulose por ano, o que garante resultados competitivos e sustentáveis na produção. Em junho de 2015, a companhia deu início à construção de sua segunda linha produtiva, conhecida como Projeto Vanguarda 2.0, prosseguindo com o seu objetivo de ter o maior complexo de celulose do mundo.

(*) Performa

Comentários