16/02/2018 08h08

Os estudos foram avaliados no âmbito do Governo Federal, tomando-se a decisão de manter a aplicação do Horário para o Ciclo 2017/2018 e reavaliação da política para os próximos anos

Redação

A Elektro lista abaixo uma série de dicas para reduzir o consumo, sem comprometer o conforto de seus clientes:

Chuveiros elétricos: nos dias quentes, colocar o chuveiro na posição “verão” (o consumo será cerca de 30% menor). Em algumas cidades, é possível até desligar o chuveiro;

Iluminação: substitua as lâmpadas incandescentes e fluorescentes para tecnologia LED. Se para iluminar uma cozinha utiliza-se uma lâmpada incandescente de 100 Watts, a substituição por uma modelo a LED pode trazer uma economia de até 80%;

Ar-Condicionado: quando o uso do ar condicionado for inevitável, o ideal é utilizá-lo da melhor maneira possível, evitando a utilização por longos períodos e com temperaturas muito baixas. A dica é programar a função timer para desligar no começo da manhã e configurar para uma temperatura dos 22º, que mantém o ar numa temperatura agradável e não provoca esforço demasiado nos equipamentos;

Horário de Verão

O horário de verão teve duração de 126 dias nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Distrito Federal, com o término à zero hora do dia 18 de fevereiro de 2018. Ao melhorar o aproveitamento da luz natural pela população, a iniciativa tem como os principais objetivos reduzir o consumo de energia e diminuir a demanda no horário de pico, das 18 às 21 horas.

Sobre a Elektro

Reconhecida por oito vezes como a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil, a Elektro é uma empresa do Grupo Neoenergia. Com atuação em 228 municípios, sendo 223 no Estado de São Paulo e cinco no Mato Grosso do Sul, a Elektro tem uma área de concessão de 121 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 2,5 milhões de clientes (6 milhões de habitantes).

(*) Assessoria de Comunicação

Comentários