10/12/2018 07h24

Recorde anterior havia sido registrado em 2013, com US$ 5,244 bilhões, em 12 meses; Neste ano, na parcial do acumulado de janeiro a novembro, o resultado atingiu US$ 5,336 bilhões

Redação

Em apenas 11 meses de 2018, Mato Grosso do Sul registrou a maior receita com exportação de sua história. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o recorde anterior havia sido registrado em 2013, com um faturamento de US$ 5,244 bilhões, nos 12 meses do ano. Neste ano, em uma parcial que leva em conta somente o acumulado entre janeiro e novembro, o resultado financeiro já atingiu os US$ 5,336 bilhões.

Conforme o ministério, um grupo de cinco produtos, todos da agropecuária ou que utilizam matérias-primas do setor: soja, celulose, carne desossada e congelada de bovinos, pedaços e miudezas congeladas de galos/galinhas e carne desossada fresca ou refrigerada de bovinos, representou 81,34% de todo o faturamento do estado com as exportações nestes 11 meses de 2018.

A soja liderou o ranking estadual de exportações na parcial deste ano. Entre janeiro e novembro, Mato Grosso do Sul vendeu para o mercado internacional US$ 1,870 bilhão, o que representou 35,04% do faturamento total do estado com essas operações.

Na segunda posição aparece a celulose, com a comercialização de US$ 1,744 bilhão, 32,69% da receita do estado com as exportações. Na sequência vêm: carne desossada e congelada de bovinos, com US$ 300,215 milhões (5,62%); pedaços e miudezas congeladas de galos/galinhas, com US$ 238,658 milhões (4,47%) e carne desossada fresca ou refrigerada de bovinos, com US$ 186,804 milhões (3,50%).

Os dados do MDIC apontam que cinco países concentraram mais de dois terços das operações com o estado. A China se manteve como o principal parceiro comercial de Mato Grosso do Sul. O estado embarcou para a nação asiática US$ 2,597 bilhões em produtos, o que representou 48,67% do total do período.

Na segunda posição aparece a Argentina, com US$ 375,198 milhões (7,03%). Depois vem a Itália, com US$ 244,623 milhões (4,58%), a Holanda, com US$ 225,959 milhões (3,23%) e Hong Kong, com US$ 173,048 milhões (3,24%).

(*) G1.Com

Soja se mantém como principal produto exportado por Mato Grosso do Sul — Foto: Reprodução/TV Morena

Comentários