Furioso, o agressor trancou algumas pessoas dentro da casa, destruiu o aparelho de internet, ameaçando as demais vítimas de atropelamento

Policiais militares do destacamento do distrito de Nova Porto XV de Novembro em Bataguassu atenderam uma ocorrência no mínimo inusitada na noite de ontem, sexta-feira. Conforme o Boletim de Ocorrência era por volta das 22h30 quando o Copom recebeu uma chamada de uma mulher que, aos prantos, pedia socorro aos policiais.

A mulher estava chorando e disse que ligava da fazenda Nova Esperança, porém a ligação caiu inesperadamente. Diante disso, o plantonista recorreu ao identificador de chamada, retornando a ligação em seguida. A mulher, identificada por Rosilene Alexandre Apolinário, relatou que seu amásio, Romualdo Araújo da Conceição, (39), estaria ameaçando todos que estavam na casa.

DE TRATOR

De acordo com Rosilene, seu marido tentava atropelar as pessoas com um trator, indo em direção das vítimas para matá-las. Diante da situação, uma equipe da Polícia Militar deslocou rapidamente ao local, encontrando 12 pessoas, entre adultos e crianças, apavoradas.

Eles indicaram que o autor das ameaças estaria na casa do caseiro. Quando os policiais se aproximaram para fazer a detenção do elemento, ele pulou a janela, desaparecendo na escuridão, tomando rumo ignorado.

Os policiais atenderam as vítimas que relataram que durante o dia tudo estava normal, porém ao se aproximar a noite, o autor das ameaças começou  a perturbar a esposa, demonstrando ciúmes de seus familiares. Esses ao perceberem a atitude do homem, se prepararam para ir embora,

Mas, de repente o sujeito disse que de lá ninguém iria sair, trancando as porteiras com cadeado e no interior da casa, arrancou todo sistema de internet.

PEDIDO DE AJUDA

No quintal da casa, havia outro grupo de pessoas da família, observando a ação do homem, que ordenou que todos entrassem na casa. Como não foi atendido, ele de posse de um trator, passou a perseguir as vítimas, ameaçando atropelá-las, deixando todos em pânico.

Foi nesse momento de desespero que a mulher conseguiu ligar para a polícia solicitando ajuda, enquanto o agressor se intercalava ameaçando o grupo que estava no quintal e os que estavam trancados na casa do caseiro. 

Em um momento de distração do agressor, as vítimas conseguiram sair correndo em direção a entrada principal, distante uns três quilômetros da sede. Porém as vítimas foram alcançadas pelo homem que estava dirigindo o trator, tentando atropelá-las, que tiveram que pular a cerca para não serem atingidas. O agressor estava com uma motosserra, machado e chave de cano, instrumento que ele utilizou para ameaçar os familiares da esposa.

Vendo que não conseguiriam escapar da fúria do agressor, as vítimas retornaram à sede da fazenda, porém, quatro delas, inclusive a esposa do sujeito, se esconderam na pastagem, momento que ela fez a ligação para pedir ajuda à Polícia Militar.

PRISÃO

Com a chegada dos policiais, o homem pulou a janela empreendendo fuga, enquanto os policiais conduziram as vítimas à delegacia de Polícia Civil para registro de Boletim de Ocorrência. No local, foi apreendida uma motosserra, uma chave inglesa, duas espingardas e um machado, instrumentos que foram utilizados para ameaçar  a vítima.

Ao tomar ciência da ocorrência, Major Letícia, comandante da 7ª Companhia Independente de Bataguassu, determinou que uma equipe à paisana, fizesse diligências nas mediações da propriedade rural, conseguindo prender o acusado, que agora vai responder por violência doméstica, pois manteve familiares em cárcere privado.

Comentários