A nova lei que protege promulgada no mês passado pelo presidente Jair Bolsonaro foi aplicada no tutor dos cães que sofriam maus-tratos; falta de alimento, água e com ferimento

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Bataguassu foi acionada no final da tarde de ontem, terça-feira (20), pela Polícia Civil da cidade, em razão de uma ocorrência envolvendo dois cachorros, que estariam sofrendo maus-tratos em uma residência na cidade.

A PMA foi ao local e verificou que os cachorros estavam debilitados e, segundo os investigadores, foram resgatados do quintal da residência do acusado, onde não havia água e nem alimento. Um dos animais também estava com uma das patas ferida e infeccionada sem receber qualquer tratamento. Os cachorros foram apreendidos e encaminhados à vigilância sanitária para serem atendidos.

O proprietário dos cães, residente em Bataguassu, responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais, cuja a pena por lei promulgada no mês passado passou de três meses a um ano de detenção, agora, para dois a cinco anos de reclusão. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.000,00 pela PMA.

Comentários