Ao ver que filho não respirava, mãe da criança procurou socorro no Corpo de Bombeiros; como o bebê não reagia, foi levado ao hospital onde o óbito foi constatado

Por volta de meio dia deste sábado a mãe de um bebê de 9 meses foi com seu filho ao grupamento do Corpo de Bombeiros de Bataguassu em busca de socorro. A criança não estava respirando e os bombeiros fizeram massagem cardiorrespiratória, tentando reanimá-lo, mas o bebê não reagia.

Diante disso a equipe plantonista encaminhou a criança ao pronto socorro do município. No local a equipe médica constatou que o bebê já estava sem vida. Porém, ao observarem detalhadamente o corpo, os plantonistas do pronto socorro perceberam possíveis sinais de violência e acionaram a Polícia Civil e uma equipe do Conselho Tutelar.

Equipe da Polícia Civil de Bataguassu comandada pelo delegado Thiago Passos investiga o caso(Foto: Thiago Apolinário)

A Polícia Civil de Bataguassu, comandada pelo delegado Thiago Passos assumiu o caso, dando início a investigação. Ao Perfil News, o delegado informou que determinou a abertura de um inquérito policial. Ele solicitou também corpo da criança fosse levado ao IML- Instituto de Medicina Legal de Nova Andradina, para passar por exame necroscópico que vai determinar a causa da morte.

Como não há nenhum tipo de evidência de como ocorreu a morte da criança, o delegado disse que vai ouvir o depoimento da mãe e aguardar o laudo do médico legista para ver qual foi a causa que levou o bebê a óbito. Porém, se ficar comprovado que ocorreu alguma violência física ou abuso, a mão será indiciada e responderá pelo crime.

O delegado disso ainda que a família informou que o bebê tinha problema no coração e isso pode ter sido uma das consequências da morte.

Outro fato que chamou a atenção da autoridade policial é a criança ter sido levado no carrinho pela mãe ao bombeiro. “Ela poderia ter acionado o socorro, já que mora no mesmo bairro em que está localizado a sede da corporação. Porém, ela preferiu levar o bebê até lá, no carrinho”, reiterou.

Comentários